NFL

Em nota, Gareon Conley chama acusação de estupro de “completamente falsa”

Gareon Conley, defensive back de Ohio State

(Crédito: Instagram/reprodução)

Depois de ser acusado de estupro por uma mulher dias antes do draft de 2017, o cornerback Gareon Conley, de Ohio State, disse que as acusações contra ele após o suposto incidente são “completamente falsas” e que ele “não cometeu um crime”.

A polícia de Cleveland confirmou na última terça que Conley, considerado um dos melhores prospectos defensivos deste draft, está sob investigação depois de ser acusado por uma mulher de estuprá-la em um hotel em Cleveland, no dia 9 de abril.

Atualmente com 21 anos de idade, Conley não foi formalmente acusado ou detido após o suposto episódio, de acordo com Jennifer Ciaccia, porta-voz do Departamento de Polícia de Cleveland. As unidades do departamento de crimes sexuais e abuso infantil estão fazendo a investigação.

Gareon Conley ainda não foi entrevistado pela polícia, mas os investigadores já contataram o atleta e estão em meio ao processo de marcar a entrevista, como acrescentou Ciaccia.

O draft de 2017 da National Football League será realizado de quinta-feira (27) a sábado (29), na Filadélfia.

Confira o comunicado completo divulgado pelos representantes de Gareon Conley:

“As alegações contra mim relativas à noite do dia 8/9 de abril que foram recentemente noticiadas em vários meios de comunicação são completamente falsas. Eu não cometi um crime e não foi acusado por um crime.

Eu me orgulho de fazer as coisas da maneira certa dentro e fora do campo. As coisas que estão sendo ditas sobre mim e o que aconteceu naquela noite não são verdadeiras e não se encaixam no meu caráter. Eu percebo que me coloquei na situação e poderia ter usado um melhor julgamento. Entretanto, tenho trabalhado incansavelmente para me colocar em posição de ter a honra de ser selecionado no draft da NFL e essas alegações falsas estão colocando uma nuvem enorme sobre o meu nome e o draft da NFL.

Essas alegações parecem ser uma tentativa de arruinar esta experiência única na vida para mim e minha família. Houve várias testemunhas, incluindo outra mulher, que estiveram presentes o tempo todo e deram declarações que são um relato preciso do que aconteceu. Também temos provas em vídeo que desmentem e refutam ainda mais as outras versões destes eventos. Estou chateado, mas percebo que sou impotente quando acusações falsas são feitas e pessoas tentam condená-lo no tribunal da opinião pública. É triste que seu nome possa ser arrastado para a lama baseado em alegações falsas e maliciosas por si só.

Eu estou completamente confiante de que, assim que os fatos realmente vierem à tona, meu nome será limpo. Eu estava animado para participar nesta quinta no draft, mas eu decidi que seria egoísta de minha parte permanecer e ser uma distração para a NFL, para os outros jogadores e suas famílias, que trabalharam tão duro quanto eu para desfrutar da experiência, então eu não estarei presente.

Eu espero e aguardo com expectativa a honra de ser um jogador da NFL e para trabalhar para ser o melhor representante, jogador, pessoa e companheiro de equipe que eu puder ser para o time e a comunidade em que estarei.”

Comments
To Top