NFL

Em jogo emotivo, ataque dos Falcons domina e bate Saints no Superdome

Devonta Freeman Falcons

Crédito: Instagram/reprodução

New Orleans Saints (0-3) 32 x 45 Atlanta Falcons (2-1)

– Fator de desequilíbrio: mesmo fraca, a defesa dos Falcons conseguiu parar o ataque dos Saints em algumas terceiras descidas e teve uma interceptação retornada para touchdown. Já a defesa dos Saints não consegue parar um ataque de ensino fundamental.

– Destaque Quinto Quarto do jogo: Devonta Freeman somou 152 jardas em carregadas e mais 55 recebidas, incluindo um touchdown.

– Análise geral dos Saints: é muito simples. O ataque dos Saints e Drew Brees não são os mesmos de três anos atrás. E a defesa continua sendo horrível. Assim não tem santo que aguente.

– Análise geral dos Falcons: os Falcons conseguiram sobreviver a um começo imponente dos Saints equilibrando o ataque com corridas e passes e esperando os erros do ataque rival, que acabaram vindo.

– Resumo da partida

O jogo já seria emotivo por si só, marcando os 10 anos (completados no domingo) do histórico Monday Night Football de New Orleans Saints e Atlanta Falcons na reabertura do Superdome após o furacão Katrina. E a carga emocional aumentou com os dois times se unindo depois do hino para dar suas mãos, em meio a protestos e tensão racial nos Estados Unidos.

Quando o jogo começou, a promessa de ataques explosivos e defesas porosas se cumpriu. Na primeira campanha, Drew Brees liderou os Saints em uma campanha de 75 jardas que terminou em passe para Coby Fleener. E na segunda campanha da partida, a defesa mandante conseguiu segurar os Falcons e forçar o punt. Só que a ilusão não demoraria muito.

O retorno do punt falhou, com dois jogadores dos Saints se chocando e causando um fumble. Os Falcons começaram a campanha na linha de 11 e três jogadas depois o jogo estava empatado com touchdown de Tevin Coleman, o primeiro de três.

Fumble na hora de receber o punt faz o jogo mudar.

Três touchdowns seguidos se seguiram e até o intervalo e até o intervalo os Falcons venciam por 28 a 17, com o time de Matt Ryan conseguindo jogar mesmo com Julio Jones anulado. Só que no cobertor muito curto dos Saints, marcar o wide receiver número um do rival significou deixar o ataque terrestre dominar – foram 217 jardas terrestres, sendo 152 de Devonta Freeman e três TDs de Coleman – e sete recebedores além de Jones tendo uma recepção.

Terceiro TD de Coleman na noite

Enquanto isso, Brees produziu em grande escala como habitual, somando 376 jardas em 36 passes certos de 54 e três passes para touchdown, mas no começo do último período, perdendo por 13, um passe interceptado por Deion Jones quando o time já estava na red zone e retornado pro 90 jardas para TD acabou com qualquer reação dos Saints, começando a temporada com 0-3 e perdendo a chance de, vencendo em casa, empatar com os outros três times da NFC South em desempenho.

Interceptação retornada para TD por Jones

– Estatísticas dos principais jogadores:

New Orleans Saints

Drew Brees: 36/54, 376 jardas, 3 TDs e uma interceptação
Coby Fleener: sete recepções, 109 jardas e um TD

Atlanta Falcons

Matt Ryan: 20/30, 240 jardas e 2 TDs
Devonta Freeman: 14 carregadas para 152 jardas
Tevin Coleman: 12 carregadas, 42 jardas e 3 TDs

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top