NFL

Em despedida, Gus Bradley lamenta não participar de reformulação dos Jaguars

Gus Bradley, ex-técnico do Jacksonville Jaguars

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Jacksonville Jaguars anunciou a demissão do head coach Gus Bradley no último domingo (18) e menos de 24 horas depois o ex-comandante se despediu e lamentou o fato de não poder estar por perto para ver a reconstrução da franquia da Flórida.

“Gostaria apenas de estar aqui quando essa equipe tiver sucesso”, disse Bradley segundo ‘Times-Union’. “Eu realmente acredito que essa base de fãs é inacreditável. O arrependimento que tenho é não ver esses jogadores e tudo mais quando você passa por algo duro e então consegue superar isso e tem sucesso. Você diz: ‘é por isso que fazemos isso’”.

“E então ver o estádio cheio quando você me falou sobre quando eles voltaram aos playoffs e o avião voou ao redor do estádio que estava cheio. Eu permaneci imaginando aquele momento em que a cidade enlouquece e os jogadores se conectam”.

A despedida de Bradley foi extremamente positiva, com ele acenando para o proprietário e o general manager do time, que o mantiveram no cargo apensar dele ter apenas 14 vitórias em quatro temporadas. Além disso, o treinador disse que, se alguém entrasse em contato para saber como é a organização dos Jaguars, ele só teria coisas boas a dizer.

“Eu apenas deixarei ir e eu estou dizendo que este lugar é fenomenal, este proprietário é fenomenal e os jogadores tem fome. Boa situação”, disse Bradley.

Diferentemente de Jeff Fisher, que deu algumas cutucadas no Los Angeles Rams após ser demitido, Bradley entendeu o que aconteceu e até assumiu a culpa.

“Eu assumi total responsabilidade por isso”, disse Bradley. “Eu não tenho desculpas. Não tenho dúvida. Não há nada que eu olhe para trás e eu dia ‘eu poderia, eu teria’. Eu entendo que a NFL é um negócio que é orientado por resultados e que não conseguimos isso”.

Comments
To Top