NFL

Em decisão surpreendente, Vikings dispensam defensive end Brian Robison

Brian Robison, defensive end da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

Em uma decisão surpreendente tomada neste sábado (1) de cortes ao redor da National Football League, o Minnesota Vikings dispensou o defensive end Brian Robison, como confirmou uma fonte aos jornalistas Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

Robison passou as últimas 11 temporadas nos Vikings, depois de ser selecionado pelo time na quarta rodada do draft de 2007, com a 102ª escolha geral. Ele era o jogador que há mais tempo estava no elenco da franquia de Minneapolis.

Ele aceitou um corte salarial de US$ 2 milhões para seguir no time em 2018, depois de reestruturar seu contrato antes das OTAs (organized team activities).

Os Vikings liberaram US$ 1,105 milhão no teto salarial com o corte do defensive lineman.

Atualmente com 35 anos de idade observou que sua decisão de retornar era “duro” depois de considerar aposentadoria depois da temporada de 13 vitórias e três derrotas dos Vikings em 2017.

Sua vontade de tentar ajudar os Vikings a buscar um título de Super Bowl foi o que motivou o defensive end a seguir no time por mais uma temporada mesmo com salário reduzido.

A dispensa de Robison reflete que os Vikings têm boas opções na rotação de pass rushers, com Stephen Weatherly e Tashawn Bower sendo considerados os principais reservas na posição para o time.

Brian Robison encerra sua passagem pelos Vikings com 60 sacks, 289 tackles combinados, 13 fumbles forçados e oito fumbles recuperados.

Este sábado é o prazo final para os cortes de jogadores para que os times da liga estabeleçam os elencos iniciais de 53 jogadores para a temporada regular de 2018.

Comments
To Top