NFL

EA Sports se desculpa após retirar nome de Kaepernick da trilha sonora do Madden

Colin Kaepernick, quarterback da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

A Electronic Arts afirmou nesta quinta-feira (2) que a empresa não omitiu de maneira proposital o nome de Colin Kaepernick de uma música da trilha sonora do game Madden NFL 19.

A produtora de games foi criticada quando um usuário do Twitter descobriu que o nome do ex-quarterback do San Francisco 49ers foi removido da música ‘Big Bank’, do rapper YG. A faixa está presente na trilha sonora licenciada do jogo.

“Nós cometemos um erro infeliz com nossa trilha sonora do Madden NFL. Membros do nosso time não entenderam o fato que, embora não tenhamos os direitos para incluir Colin Kaepernick no jogo, isso não afeta a trilha sonora. Nós erramos, e a edição nunca deveria ter acontecido. Vamos fazer o certo, com uma atualização para o Madden NFL 19 em 6 de agosto que incluirá a referência novamente. Nós não quisemos desrespeitar, e pedimos desculpas a Colin, a YG, a Big Sean, à NFL e a todos os seus torcedores e nossos jogadores por esse erro”, afirmou a EA Sports, em comunicado divulgado na tarde desta quinta.

Big Sean, que faz uma participação especial na música e canta o verso que faz referência a Kaepernick, se pronunciou nesta quinta antes de a EA emitir sua nota pedindo desculpas. E Kaepernick agradeceu a Big Sean em um tweet.

Colin Kaepernick atraiu a atenção para as desigualdades sociais e raciais nos Estados Unidos durante a temporada 2016, quando o então quarterback dos Niners se ajoelhou durante o hino do país em uma forma de protesto.

Kaepernick se tornou um free agent em 2017, mas desde então não arranjou um novo empregador na NFL. O atleta entrou com uma queixa de conluio contra os 32 proprietários de times da liga em outubro do ano passado e o caso segue na Justiça.

Comments
To Top