NFL

Drew Brees sobre derrota para Dallas Cowboys: “não encontramos um ritmo”

Drew Brees, quarterback do New Orleans Saints

(Crédito: Twitter/reprodução)

O quarterback Drew Brees e o ataque do New Orleans Saints entraram na semana 13 da temporada 2018 com um histórico de amassar seus oponentes e vencer várias partidas sem muitas dificuldades.

Mas então veio o Dallas Cowboys com sua forte defesa e anulou o melhor ataque da NFL, vencendo o Thursday Night Football pelo placar de 13 a 10 e impondo a segunda derrota à franquia da Louisiana.

Além de apenas 10 pontos, o ataque dos Saints produziu míseras 176 jardas, pior marca de New Orleans desde a semana 17 da temporada 2001.

E o maior ídolo da história dos Saints fez uma avaliação pós-jogo.

“Eu senti que não encontramos realmente um ritmo por praticamente todo o jogo. Quero dizer, acho que podemos ter tido apenas um drive decente. Mas, na maior parte, eu senti que nós realmente não encontramos um bom ritmo com o que estávamos fazendo, então crédito para eles”, declarou Brees depois da segunda derrota do time, segundo o site oficial do New Orleans Saints.

A defesa dos Cowboys foi absolutamente dominante desde o começo, forçando os Saints a ter duas campanhas com three and out no começo da partida e Brees a errar seus primeiros quatro passes na partida.

Os Saints tiveram que chutar o punt nas primeiras três posses e Brees, líder de todos os tempos em passes na NFL, completou somente sete passes de 13 para pífias 39 jardas na primeira metade do jogo.

Os Cowboys mantiveram os Saints sem marcar pontos antes do intervalo, sendo a primeira vez em 71 jogos consecutivos em que o time comandado por Sean Payton não tirou o zero do placar nos primeiros dois quartos de jogo.

As 39 jardas passadas por Brees nos dois primeiros quartos representaram a pior marca do QB em uma metade inicial de jogo desde a semana 3 da temporada 2004, quando ele ainda vestia a camisa do San Diego Chargers.

Alguns passes não agarrados também foram responsáveis pelas dificuldades ofensivas encontradas pelos Saints no TNF.

“Para nós, como um ataque, pensamos em futebol americano complementar. Vamos encaixar um drive, vamos manter nossa defesa fora do campo, vamos controlar o jogo, controlar o relógio, controlar a bola. Apenas sentimos que realmente fizemos isso como ataque como fizemos neste ano”, observou o quarterback.

Brees entrou no jogo completando 76,4% de seus passes, maior marca da NFL, mas terminou o jogo contra os Cowboys completando 18 passes de 28 (64,3%) para 127 jardas, um touchdown e uma interceptação.

Suas 127 jardas foram a segunda pior marca de Brees em um jogo nesta temporada e representaram uma queda brutal em relação à média de 285 jardas de passe por jogo do camisa 9.

Os Saints tiveram uma atuação ruim no ataque de maneira geral, mas o crédito realmente pertence à defesa texana.

“Tem que tirar o chapéu para Dallas. Eu achei que esses caras fizeram um bom trabalho nesta noite. Eles jogaram um baita de um jogo, mereceram ganhar o jogo”, disse o técnico Sean Payton, dos Saints.

A derrota fez os Saints caírem para 10-2 na temporada, meio jogo atrás do Los Angeles Rams (10-1) na briga acirrada pela melhor campanha de toda a Conferência Nacional (NFC).

Comments
To Top