NFL

Doug Pederson: Carson Wentz teria vencido Super Bowl se estivesse saudável

Carson Wentz, quarterback do Philadelphia Eagles

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Philadelphia Eagles conquistou o título do Super Bowl LII e o quarterback Nick Foles faturou o prêmio de MVP da grande decisão. Mas e se Carson Wentz não tivesse se lesionado gravemente e tivesse jogado nos playoffs e na grande decisão?

Essa realidade alternativa foi imaginada por muitos, sobretudo devido ao bom desempenho de Foles na pós-temporada, sobretudo na final da Conferência Nacional (NFC) e no Super Bowl. Um reserva que assumiu o comando do ataque em uma situação adversa e tirou proveito disso.

E o desempenho de Foles levou algumas pessoas a questionarem se Wentz teria conseguido o mesmo feito de comandar o time ao título. Mas Doug Pederson não está caindo nesse papo.

Em entrevista ao The Rich Eisen Show, na última quarta-feira (21), o técnico principal dos Eagles saiu em defesa de Wentz, rebatando as críticas de que ele é um quarterback ‘de sistema’.

“Ouça, Carson Wentz estava na conversa de MVP da liga no ano passado. E eu realmente acredito que, se ele estivesse saudável, sinto fortemente que provavelmente (estaríamos) no Super Bowl e venceríamos o Super Bowl com Carson, e ele seria o MVP. Isso é apenas a maneira como ele jogou no ano passado. Ele é uma grande razão – não é a única razão – mas ele é uma grande razão pela qual estávamos, eu acredito, com 11-2 na época, jogando contra os Rams, e vencemos a NFC East”, declarou Pederson. “Para mim, sendo um ex-quarterback, ter dois caras e realmente três caras, você joga (Nate Sudfeld) ali, mas você está falando sobre Nick e Carson, com quem você simplesmente não hesita. A maneira como eles se preparam, a maneira como estudam, o comportamento deles no campo, o estilo deles de liderança. É uma bênção ter dois caras veteranos assim e agora ter um MVP do Super Bowl como seu reserva”, prosseguiu.

Está claro que Wentz é o futuro dos Eagles, mas é mérito da diretoria e comissão técnica ter um reserva como Foles e trabalhar para desenvolvê-lo e deixá-lo confortável em uma situação inesperada como a que ocorreu nesta última temporada.

Enquanto isso, há dúvidas sobre o retorno de Wentz após a ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho. E, ainda que não coloque um cronograma sobre a volta do camisa 11, Pederson reiterou sua crença de que o signal caller de 25 anos de idade está pronto para a temporada 2018 da NFL.

“Sabe, estamos otimistas, obviamente. Eu não quero colocar um cronograma sobre ele. Obviamente, ele está trabalhando extremamente duro. Ele está na sala de musculação. Está fazendo sua reabilitação. Ele está bem, mas, ao mesmo tempo, não vou apressá-lo – como fizemos com Sidney Jones (nesta última temporada) – eu não quero colocá-lo lá se ele não estiver 100 por cento. Então, (estou) otimista de que isso possa se concretizar. Mas, novamente, seremos inteligentes com isso, e vamos colocá-lo lá quando ele estiver pronto”, finalizou o head coach dos Eagles, em participação no The Rich Eisen Show.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top