NFL

Dono dos Chiefs sobre vídeo de Kareem Hunt: “ficamos chocados”

Kareem Hunt, running back do Kansas City Chiefs

(Crédito: Twitter/reprodução)

Clark Hunt, presidente e CEO do Kansas City Chiefs, afirmou que a decisão de dispensar o running back Kareem Hunt no último mês foi visando o melhor interesse para o atleta e para a franquia do Missouri.

“Foi uma decisão coletiva. Todos estavam no barco nisso. Não acho que necessariamente estávamos tentando fazer uma declaração. Apenas sentimos que era a melhor coisa para o Kansas City Chiefs seguir em frente foi se separar de Kareem”, declarou depois do jogo do último domingo.

“Estávamos obviamente chocados com o vídeo. Acho que como todos que viram isso. E tivemos alguns problemas com Kareem por ele não ter sido verdadeiro sobre o que aconteceu naquela noite. Realmente sentimos que para o melhor interesse de todos, tínhamos que seguir uma direção diferente”.

O jogador de 23 anos foi dispensado em 30 de novembro horas após o vídeo dele socando e chutando uma mulher durante discussão em um hotel em Cleveland, em fevereiro, ter sido divulgado. Ele foi colocado na lista de exceção do comissário, o que o impede de jogar. Atualmente ele é um agente livre.

Pelas regras da liga, o running back deverá enfrentar uma suspensão com linha de base de seis jogos. O gancho pode aumentar dependendo do que a NFL descobrir em sua investigação.

Clark Hunt afirmou que a equipe sabia dos três incidentes extracampo que Hunt se envolveu no último ano: uma briga em uma boate em Kansas City em janeiro; o incidente em Cleveland; e um briga em um resort em Ohio em junho. “Sabíamos dos três incidentes que ele teve na offseason. Eles têm que reportar à NFL e a liga estava investigando-os”.

Comments
To Top