NFL

Dono do Atlanta Falcons, Arthur Blank está preocupado com início 1-3

Arthur Blank, proprietário do Atlanta Falcons

(Crédito: Twitter/reprodução)

Arthur Blank, proprietário do Atlanta Falcons, expressou sua decepção com o início de temporada 2018 com uma vitória e três derrotas, mesmo com a grande quantidade de lesões que atingiram o time, particularmente na defesa.

“Bem, eu estou preocupado com um início 1-3. Eu não conheço ninguém que diria que isso é onde planejávamos estar ou onde esperávamos estar, mas nós estamos com 1-3”, declarou Blank, em entrevista à ‘ESPN’ norte-americana.

Os Falcons perderam o safety titular Keanu Neal por todo o restante da temporada depois que ele sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior e o middle linebacker Deion Jones até, pelo menos, a semana 11 depois que ele passou por cirurgia no pé. Não bastasse essas duas lesões, o free safety e líder da defesa Ricardo Allen rompeu o tendão de Aquiles e também está fora de todo o restante do campeonato.

“Isso não é desculpa, mas a realidade é a realidade. Tivemos algumas lesões muito difíceis em jogadores muito bons. Todos os três jogadores, as pessoas falam no beisebol que o meio tem que ser bom: seu catcher, seu arremessador, seu segunda-base e então o defensor central. Então, quando você perde Allen e Neal e Deion Jones, esse é meio que o meio da defesa. Então, isso dói”, observou o executivo. “E todos esses três caras são realmente bons comunicadores. Eles não apenas jogam em um nível muito alto, mas eles deixam todo mundo nas posições certas. Eles fazem todo mundo melhor”, frisou.

Os Falcons chegam para o jogo deste domingo (7) contra o Pittsburgh Steelers (1-2-1) com a terceira pior defesa em pontos da liga, cedendo 30,5 pontos por jogo.

A franquia também é a segunda pior da NFL em first downs cedidos por jogo (26,8) e em defesa em terceiras descidas (50,94% de conversões cedidas aos adversários).

“Nós temos muito talento na defesa para jogar bem. Trata-se de tentar colocas as pessoas nas posições em que elas podem maximizar seus pontos fortes e não expor qualquer falta de experiência que possam ter. E é isso que os treinadores estão no processo de fazer”, ressaltou Blank. “Algumas vezes, isso não acontece em uma semana. Às vezes, leva um pouco de tempo. Em 2016, nós tínhamos uma defesa muito jovem. E a defesa ficou significativamente melhor com o passar do ano. Na segunda metade do ano, a defesa jogou em um nível muito, muito alto, apesar de eles serem jovens e inexperientes. Eles tiveram essa experiência na primeira metade do ano. E, é claro, nosso ataque era fora de série. Meu palpite é que estamos caminhando nessa direção”, prosseguiu.

Em 2016, os Falcons começaram a temporada com quatro vitórias e uma derrota, terminaram com 11-5 e chegaram até o Super Bowl LI, com o quarterback Matt Ryan sendo eleito MVP da temporada depois de liderar um ataque que foi o melhor da liga (média de 33,8 pontos por jogo).

Ao longo desta temporada 2018 até agora, os Falcons estão em sexto na NFL ofensivamente, com média de 29 pontos por partida.

“Nós vamos continuar a marcar muitos pontos, o que é um grande crédito para Sark (coordenador ofensivo Steve Sarkisian), Matt e todos os seus companheiros. Marcar 116 pontos em alguns jogos é bastante incrível contra defesas da NFL. E eles estão jogando com confiança. E eu acho que os treinadores (ofensivos) estão treinando com confiança agora”, analisou. “No lado defensivo, acho que eles vão continuar a descobrir e melhorar semana a semana”, finalizou Arthur Blank.

Comments
To Top