NFL

Donald Trump critica Marshawn Lynch após protesto durante hino no México

Donald Trump

(Crédito: flickr/reprodução)

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, utilizou seu Twitter na manhã desta segunda-feira (20) para criticar o running back Marshawn Lynch, do Oakland Raiders, por ficar de pé durante o hino nacional do México, mas sentar durante a execução do hino dos EUA antes da derrota do time para o New England Patriots. A partida foi disputada no Estádio Azteca, na Cidade do México.

“Marshawn Lynch, do Oakland Raiders da NFL, fica em pé para o hino mexicano e se senta para vaias durante nosso hino nacional. Grande desrespeito! Na próxima vez, a NFL deve suspendê-lo pelo restante da temporada. Público e audiência estão caindo.”, escreveu Trump na rede social.

Lynch estava na verdade em pé durante o começo do ‘The Star-Spangled Banner’, hino dos Estados Unidos, no domingo antes de se sentar. E, ainda que ele tenha ficado em pé durante o hino mexicano, ele não estava prestando muita atenção.

Em um discurso realizado no dia 22 de setembro, Trump disse que jogadores que estava se ajoelhando ou se sentando durante o hino deveriam ser demitidos por seus times, o que gerou uma grande onda de reação ao redor da NFL.

Marshawn Lynch, que tem permanecido sentado durante o hino dos Estados Unidos constantemente desde que voltou da aposentadoria, não explicou por que motivo ele faz isso.

O running back dos Raiders usou uma camiseta em que estava escrito “Everybody vs. Trump” (“Todo Mundo contra Trump”, em tradução literal) antes do jogo de seu time contra o Denver Broncos, no dia 1º de outubro.

Comments
To Top