NFL

Dez Bryant: “quem não gostaria de jogar com Drew Brees?”

Dez Bryant, wide receiver do New Orleans Saints

(Crédito: Twitter/reprodução)

Dispensado pelo Dallas Cowboys em abril, depois de uma passagem de oito temporadas pela franquia texana, Dez Bryant não teve nenhuma pressa para acertar com outro time na liga.

O wide receiver chegou a fazer visitar ao Baltimore Ravens e ao Cleveland Browns, mas não assinou um contrato. Bryant também revelou aos jornalistas nesta quinta-feira (8) que teve oportunidades de fazer testes em outros times, mas se recusou a entrar em detalhes.

Aparentemente, o que ele estava esperando era a oportunidade ideal. E isso foi o que o New Orleans Saints pareceu para ele.

Bryant não quis deixar passar a chance de atuar com um futuro Hall of Famer em um time recheado de grandes peças ofensivas e assinou um contrato de um ano de duração.

“Por um lado, quem não gostaria de jogar com Drew Brees? Sem menosprezar ninguém, mas um cara como Drew Brees. Como eu disse, você tem um cara como Michael Thomas, (Benjamin) Watson, Alvin Kamara, Mark Ingram – você tem esses tipos de caras – pequenos GOATs (melhores de todos os tempos) por aqui”, declarou Bryant aos jornalistas.

O experiente recebedor está certo em apontar esse grande ataque como uma grande motivação.

Em oito anos nos Cowboys, Bryant fez 531 recepções para 7.459 jardas e 73 touchdowns, sendo o nome principal do grupo de wide receivers de Dallas. Agora, nos Saints, ele terá que se acostumar com um papel secundário ou até terciário.

Na organização do Texas, Bryant jogou com Tony Romo e Dak Prescott, dois QBs de grande qualidade, mas nem é preciso dizer que ambos nem se comparam a Brees.

O astro dos Saints é o líder da história da National Football League em jardas de passe e porcentagem de passes completados, entre outros inúmeros recordes que Brees estabeleceu ao longo de sua carreira.

Em Nova Orleans, Bryant chega para produzir imediatamente, mas ele não precisará encarar a pressão de ser o principal recebedor. E isso pode render bons frutos.

Recém-chegado, o wide receiver de 30 anos de idade apenas precisa aprender logo o playbook e se entrosar com seus novos companheiros de time antes do jogo contra o Cincinnati Bengals, neste domingo (11).

“Foi como o primeiro dia de aula”, falou Bryant à jornalista Jane Slater, da ‘NFL Network’. “Ter essa reunião com o coach Payton me deixou animado. Os caras aqui me animaram. Esses caras aqui amam jogar bola. Eles são divertidos nas conversas também. É legal”, observou.

Ainda não se sabe se Bryant vai jogar já neste final de semana contra os Bengals, visto que Sean Payton deseja avaliar o progresso do veterano recém-contratado antes de fazer uma determinação final. E Bryant foi na mesma linha de pensamento do técnico, não garantindo que já estará em campo.

“Vamos manter isso fechado neste momento. Nós apenas ainda estamos trabalhando. Vamos ver o que acontece”, finalizou Dez Bryant.

Comments
To Top