NFL

Devante Adams quer que NFL tome medidas para acabar com pancadas maliciosas

Devante Adams, wide receiver dos Packers

(Crédito: Instagram/reprodução) 

Devante Adams sofreu duas “pancadas feias”, como ele mesmo classificou, que fez ele sofrer concussões nesta temporada. Depois disso, o wide receiver do Green Bay Packers gostaria que a NFL tomasse medidas adicionais para que essas pancadas não aconteçam mais.

“Você precisa fazer algo sobre isso. Gosto do que eles estão fazendo no college, eles revisam isso ou qualquer coisa do tipo. Ter isso definitivamente ajudaria. Mas vamos ver como eles vão tomar conta disso”, afirmou Adams na terça-feira.

O jogador de 25 anos perdeu os últimos dois jogos da temporada porque estava no protocolo de concussão após levar pancada de Thomas Davis, linebacker do Carolina Panthers, em bloqueio ilegal na semana 15. Ele não perdeu nenhuma partida no começo da temporada de 2017 apesar de ter sofrido concussão após pancada de Danny Trevathan, linebacker do Chicago Bears. Os dois pass rushers foram suspensos por uma partida por causa das pancadas que deram.

“Pancadas realmente feias. Esta última, é difícil porque todo mundo viu o que isso pareceu e as pessoas reagiram muito em relação a isso. Mas apenas tomando precauções (isso vai melhorar). Você não quer ser um estúpido lá fora sofrendo lesões na cabeça e coisas do tipo. Não é como se eu tivesse caído, bati minha cabeça e sofri uma concussão. São pessoas fazendo coisas maliciosas para me tirar de campo. Quando isso acontece duas vezes, você se irrita. Você apenas quer um pouco de segurança, que tomem precauções, tenham certeza de que você não se machucará a longo prazo”.

Devante Adams, que sofreu concussão em 2016 e já teve três concussões em 14 meses, ainda revelou que estaria liberado para jogar se os Packers estivessem nos playoffs e que ele não conversou com Davis após os dois discutirem nas redes sociais.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top