NFL

Detroit Lions dispensa o safety Glover Quin após seis temporadas

Glover Quin, safety da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

A passagem de Glover Quin no Detroit Lions está chegando ao final após seis temporadas. A franquia de Michigan anunciou nesta sexta-feira (15) a dispensa do safety, além do wide receiver Bruce Ellington e do linebacker Nicholas Grigsby.

Quin originalmente assinou um contrato de cinco anos, com valor de US$ 23,5 milhões, com os Lions depois de completar seu contrato de calouro no Houston Texans. Em 2017, os Lions deram uma extensão de contrato de dois anos, com valor de US$ 13 milhões, ao defensive back, com US$ 9,5 milhões garantidos.

O time de Detroit vai liberar US$ 6,25 milhões no salary cap ao dispensar Quin, enquanto vai arcar com apenas US$ 1,67 milhão em ‘dinheiro morto’.

“Agradecemos a Glover por suas incontáveis contribuições ao Detroit Lions durante suas seis temporadas com o nosso time”, declarou o general manager Bob Quinn, em comunicado oficial. “Desde que ingressou na organização em 2013, Glover exemplificou tudo o que significa ser um verdadeiro profissional nesta liga, tanto como competidor no campo quanto como líder na comunidade. O Coach (Matt) Patricia e eu temos o maior respeito por ele como homem e jogador, e desejamos a ele nada além do melhor no futuro”, completou o executivo.

Via Instagram, o próprio atleta publicou uma mensagem de adeus.

“Dizem que todas as coisas boas chegam ao fim! Obrigado, Detroit! Foi real! #Obrigado”, escreveu o safety na legenda da foto.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

They say all good things come to an end!! Thank you Detroit!! Its been real!! #ThankYou

Uma publicação compartilhada por Glover Quin Jr (@gloverquin) em

A decisão dos Lions de dispensar Quin não é uma surpresa. O safety de 33 anos de idade foi titular em todos os 96 jogos de temporada regular que ele disputou em seus seis anos na franquia, mas seu rendimento caiu de forma abrupta em 2018.

Para ter uma base, o site especializado Pro Football Focus classificou as atuações de Quinn este último ano em 66.1 (58ª posição entre todos os safeties). Um ano antes, ele teve nota de 90.6 e foi considerado um jogador que deveria ter sido selecionado para o time All-Pro.

Agora, a mentalidade dos Lions é de rejuvenescer a posição de safety. Tracy Walker jogou bem como reserva em sua temporada de calouro e deve ter uma chance como titular com a saída de Quin. A equipe de Detroit também tem o veterano Tavon Wilson, ex-New England Patriots, e Quandre Diggs, que foi transferido da posição de cornerback para safety e jogou bem na temporada passada.

Comments
To Top