NFL

DeSean Jackson deseja sair do Tampa Bay Buccaneers em 2019

DeSean Jackson, wide receiver do Tampa Bay Buccaneers

(Crédito: Twitter/reprodução)

O wide receiver DeSean Jackson deseja respirar novos ares e sair do Tampa Bay Buccaneers nesta próxima offseason, após duas temporadas vestindo a camisa da franquia da Flórida.

A informação foi apurada nesta quinta-feira (27) pela jornalista Josina Anderson, da ‘ESPN’ norte-americana.

Jackson está sob contrato para a próxima temporada com um salário-base de US$ 10 milhões, com nenhuma parcela garantida, mas fontes disseram à Josina Anderson que o wideout deseja um recomeço com um time diferente em 2019.

Fontes disseram à ‘ESPN’ que Jackson teve uma discussão verbal com o técnico Dirk Koetter em relação ao wide receiver não ter treinado na semana seguinte à vitória sobre o San Francisco 49ers, na semana 12, devido a uma lesão na mão.

A jornalista Jenna Laine, também da ‘ESPN’, apurou que Koetter estava frustrado com o que ele percebeu ser uma falta de esforço de Jackson, que não pôde participar normalmente das atividades por causa da contusão.

O quarterback Jameis Winston e Jackson conectaram em apenas três passes de oito lançados na direção do wideout contra os Niners. Após aquela partida, Koetter fez uma reunião com os dois e eles assistiram à gravação do jogo para tentar resolver os problemas.

Winston falou nesta quinta que jamais questionou o esforço de Jackson.

“Eu acho que DeSean Jackson é um dos melhores jogadores da NFL. Eu não posso realmente dizer que o que ele tinha era falta de esforço”, observou o QB.

Jackson perdeu os três jogos seguintes e retornou nesta última semana 16 contra o Dallas Cowboys. Ele fez apenas uma recepção para 24 jardas durante a derrota dos Bucs por 27 a 20 e sofreu uma lesão no Aquiles.

Abordado pelos repórteres no vestiário, Jackson se negou a falar com a imprensa.

Koetter disse: “se isso aconteceu depois do jogo contra os 49ers, não sei por que estamos falando, então não vou dizer nada sobre isso”.

Perguntado sobre seu relacionamento com Jackson, Koetter afirmou: “DeSean Jackson é um jogador excepcional e comprovado nesta liga. Eu sou um treinador e ele é um jogador. Acho que nosso relacionamento é bom. É tudo o que realmente há para dizer sobre isso”.

A porção garantida de dinheiro do wide receiver acaba após esta temporada e há algum tempo acredita-se que Jackson não será mantido em 2019 devido ao seu nível de frustração em Tampa Bay e ao surgimento de Chris Godwin como wide receiver número 2.

Jackson tem estado cada vez mais frustrado com seu uso no ataque de Koetter e com a falta de entrosamento com Winston. O wide receiver de 32 anos de idade publicamente defendeu que Ryan Fitzpatrick continuasse como titular depois que Winston retornou de suspensão.

Winston acredita que a frustração de Jackson deriva da campanha 5-10 dos Bucs até agora e das dez vitórias e 21 derrotas desde que o wideout chegou à organização.

“Eu acho que ele é um grande companheiro de equipe. Ele tem sido um jogador magnífico nesta liga há um bom tempo. Eu não acho que ninguém gosta de perder. E acho que isso pode causar muita frustração quando você está perdendo. Como time, nós amamos D-Jax”, observou o signal caller.

Nesta temporada, Winston e Jackson conectaram em apenas 14 de 34 passes (41,2%, sem drops), sendo essa a menor porcentagem de passes completados entre todo os WRs dos Bucs, e um touchdown.

Já com Fitzpatrick, Jackson conectou em 27 de 38 passes (71,1%) e três touchdowns.

Em 12 jogos até agora nesta temporada 2018, DeSean Jackson fez 41 recepções para 774 jardas e quatro TDs.

Selecionado pelo Philadelphia Eagles na segunda rodada do draft de 2008, com a 49ª escolha geral, Jackson atuou por lá até 2013 e, posteriormente, teve uma passagem de três anos pelo Washington Redskins antes de chegar aos Bucs em 2017.

Em 153 jogos de temporadas regulares na carreira, DeSean Jackson soma 589 recepções 10.261 jardas e 53 touchdowns.

Comments
To Top