NFL

DeSean Jackson deseja atuar em time vencedor com grande quarterback

DeSean Jackson, wide receiver

(Crédito: Instagram/reprodução)

Prestes a se tornar free agent, DeSean Jackson pode não seguir no Washington Redskins em 2017. E, em entrevista ao jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana, o wide receiver admitiu que retornar ao Philadelphia Eagles, seu antigo time, seria uma “grande história”, mas deixou claro que quer atuar em uma equipe com um “grande quarterback”.

Jackson conversou com Schefter no podcast Know Them From Adam e foi questionado sobre uma eventual volta aos Eagles, onde atuou nas primeiras seis temporadas de sua carreira profissional, mas acabou sendo dispensado pelo então técnico Chip Kelly.

“É, definitivamente, uma grande história ou final, acho que você poderia dizer”, afirmou. “Iniciar sua carreira em algum lugar e, em seguida, ir para um time que é rival de divisão (e) ter talvez a possibilidade de voltar. Você meio que pensa sobre tudo isso quando começa em algum lugar e talvez pode terminar lá. Há simplesmente um monte de especulação de muitos pensamentos. Tudo soa bem, mas você realmente nunca sabe até que a decisão final seja tomada”, frisou.

Segundo o próprio Jackson, sua prioridade número 1 caso deixe Washington é atuar com um grande quarterback. O wide receiver, inclusive, chamou Kirk Cousins, quarterback dos Redskins, de “grande”.

“Estou indo para o meu décimo ano na liga. Obviamente, eu amaria jogar com um grande, grande quarterback. Eu acho que Kirk Cousins é um grande quarterback. Ele fez coisas loucas nos últimos anos, tanto quanto as estatísticas”, declarou.

Jackson ainda ressaltou: “eu quero vencer”.

Adam Schefter questionou DeSean Jackson sobre o jovem quarterback Carson Wentz, selecionado pelo Philadelphia Eagles com a segunda escolha geral do draft de 2016, e o wideout elogiou o time por ter tido a coragem de utilizar o calouro na temporada passada.

“Carson Wentz chegou e teve um baita de um ano como novato. Eu não acho que muitas pessoas previram isso. Essa foi uma chamada corajosa para uma organização, por acreditar em um rapaz como esse, que acabou de sair da faculdade, e dar essa chance a ele. Ele mandou bem”, observou Jackson.

Por fim, DeSean Jackson ainda afirmou na entrevista que acredita poder jogar na NFL por um período de mais quatro a seis anos e deixou claro que está disposto a atuar como slot receiver na reta final de sua trajetória na liga. O recebedor de 30 anos ainda frisou que se sente “jovem e rejuvenescido” e que sua velocidade ainda é uma parte fundamental do seu jogo.

Na temporada 2016, Jackson fez 56 recepções para 1.005 jardas e quatro touchdowns.

Comments
To Top