NFL

DeSean Jackson demonstra interesse em jogar pelo Los Angeles Rams

DeSean Jackson, wide receiver do Tampa Bay Buccaneers

(Crédito: Twitter/reprodução)

Depois de deixar claro que não pretende seguir no Tampa Bay Buccaneers, DeSean Jackson revelou que gostaria de ser membro do Los Angeles Rams, uma das equipes que disputará o Super Bowl. O wide receiver ainda tem mais um ano de contrato com a franquia da Flórida.

Durante um podcast, o jogador de 32 anos recebeu a sugestão sobre ele jogar pela San Francisco 49ers e respondeu: “Não sei sobre Frisco (San Francisco). Os impostos do estado são loucos cara.Eu gostaria de acabar em L.A., ser um Ram. (O head coach) Sean McVay, você sabe, temos uma conexão quando eu estava em D.C. (no Washington Redskins), mas temos que ver como isso se desenrola. Agora, tenho outro ano em Tampa”.

Jackson indicou que gostaria de ser comandando por um tipo de treinador e jogar para um quarterback que entenda a necessidade de um jogador veterano. Atualmente ele é o wide receiver mais velho dos Bucs e tem como principal signal caller Jameis Winston.

“Penso que como fui capaz de chegar onde estou na carreira, como jogador de profissional de muito sucesso, sendo Pro Bowler e ter jogadores que fez coisas que outros não puderam, você meio que cria um modelo. Mas, daí, você tem alguns treinadores com mentalidade velha que chegam e dizem: ‘você tem que treinar, você tem que fazer dessa maneira’. Mas estamos no modo: quando chegar domingo, dentro das linhas, sabemos o que fazer e o que precisa ser feito”.

O wide receiver não revelou a que treinador ele estava se referindo. Ele teve um confronto verbal com o seu ex-head coack Dirk Koetter na última temporada por causa da percepção de falta de esforço em que lhe foi dito que ele não estava correndo com toda velocidade. Além disso, ele não conseguiu ter uma boa química com Winston.

“Não estou falando mal de alguém, mas você tem caras novos que precisam de repetições na sexta-feira. Tipo: ‘cara, sou um veterano de 11 temporadas. Vamos baixar a bola. Vamos ficar prontos para domingo para que eu possa estar bem. Sinto que preciso de um cara que entenda isso. Às vezes você não precisa disso”.

Comments
To Top