NFL

Denver Broncos terá “competição aberta” pela posição de quarterback

O Denver Broncos terminou a temporada de 2015 como campeão do Super Bowl 50 e tinha como quarterback Peyton Manning e Brock Osweiler. Agora, com a aposentadoria do primeiro e a ida para o Houston Texans do segundo, o treinador Gary Kubiak tem como opção Mark Sanchez, Trevor Siemian e o calouro Paxton Lynch.

Sanchez foi adquirido em uma troca em março e é o mais experiente entre os três. Siemian foi a escolha de sétima rodada de 2015 e conhece o ataque, mas só jogou um snap na última temporada. Já Paxton é a escolha de primeira rodada dos Broncos do draft de 2016. Segundo Andrew Mason, do site ‘Broncos.com’, há “uma competição aberta” pela titularidade.

“Quando ele diz que vai ser uma competição aberta, ele que dizer isso”, falou Mason sobre Kubiak. “Não assuma nada”.

Nas semanas que antecederam o draft, Colin Kaepernick foi frequentemente mencionado como um possível reforço da franquia do Colorado, contudo uma troca não se concretizou por causa do salário do signal caller do San Francisco 49ers. Como Kaepernck perdeu a posição em 2015, ele não deveria chegar com status de titular. Mark Sanchez pode vir a ser o titular até Lynch estar pronto.

Após ser trocado, Sanchez se mostrou animado pela briga pela titularidade.

“Escute, eu não me importo com quem está lá e o que está acontecendo agora”, disse o ex-Philadelphia Eagles em abril, segundo o ‘Denver Post’. “Eles vão me dar um tratamento justo, isso é tudo o que eu posso pedir, uma chance justa. Estou bem. Vamos. Vou apostar em mim e competir. Eu vou ser amigável e profissional com quem estiver lá. Eu quero experimentar o que eles experimentaram no ano passado”.

“Uma coisa que faz nos sentirmos muito bem em contratar Mark é que ele tem 60 jogos como titular na liga, ele foi titular em dois AFC Championship Game… nós realmente nos sentimos bem com isso, como ele se encaixa (no nosso plano). Ele tem experiência no que fazemos”, disse Kubiak.

O treinador também falou sobre o progresso de Lynch e sobre Siemian.

“Ele tem um longo caminho a percorrer, mas é emocionante ver ele e o que ele pode se tornar”, falou o head coach sobre o calouro no início de março, segundo o ‘USAToday.com’.

“Eu acho que Trevor tem maturidade. Ele corre por fora, eu diria. Trevor conhece o ataque. Ele está bem confortável e pode lançar a bola também”, falou o treinador recentemente ao ‘The Denver Post’. “Nós também já vimos ele fazer grandes jogadas nos jogos de pré-temporada. Eu não me assustaria se Trevor ganhasse a vaga de titular, ou qualquer um”.

Comments
To Top