NFL

Defensive end do Denver Broncos, Adam Gotsis não será indiciado em caso de estupro

Adam Gotsis, defensive end do Denver Broncos

(Crédito: Twitter/reprodução)

O gabinete da promotoria do Condado de Fulton (Geórgia) fechou um caso de estupro contra o defensive end Adam Gotsis, do Denver Broncos, como foi anunciado nesta quarta-feira (15).

Gotsis foi preso no dia 7 de março deste ano, em Atlanta, sendo acusado de estuprar uma mulher em 2013, quando ele ainda era estudante na Universidade de Georgia Tech. O caso estava sendo investigado desde então.

“Depois de uma cuidadosa e completa investigação, o gabinete da promotoria do Condado de Fulton decidiu não prosseguir com o caso contra o sr. Adam Gotsis”, disse Paul L. Howard Jr., promotor do condado de Fulton, em nota oficial. “Meu gabinete entende a sensibilidade e importância destas investigações, mas as evidências apresentadas não justificam qualquer ação adicional neste caso”, completou.

Selecionado pelos Broncos na segunda rodada do draft de 2016, Gotsis havia se entregado às autoridades do Condado de Fulton no dia 7 de março e foi liberado mais tarde naquele mesmo dia, após pagar uma fiança no valor de US$ 50 mil. Gotsis não havia sido formalmente acusado e participou do programa de treinamentos de offseason e do training camp dos Broncos.

“Estou aliviado por tudo ter sido resolvido. Eu tenho fé no sistema legal, fé no Senhor, e na família e nos amigos. Grande apoio de todos ao meu redor, Broncos, família, amigos. Apenas feliz por isso ter acabado e eu posso me concentrar no futebol americano agora”, falou Gotsis. “Quero dizer, você não sabe realmente o que está acontecendo, você só tem que ter fé de que as coisas vão dar certo. Estou feliz por estar aqui com os caras correndo por aí, não há outro lugar no qual eu preferiria estar”, finalizou o defensive lineman.

A polícia havia dito que Gotsis estuprou uma mulher de 25 anos de idade no dia 9 de março de 2013. A moça registrou queixa no dia 1º de fevereiro de 2018.

Na ocasião, os Broncos emitiram um comunicado que dizia, em parte: “os Broncos levam uma acusação desta natureza de forma muito séria e vamos continuar a monitorar os procedimentos legais. O problema foi imediatamente relatado à NFL assim que tomamos conhecimento dele”.

Mais cedo neste ano, Sara Becker, advogada de Gotsis, negou as acusações contra seu cliente em um comunicado.

“Ainda que tenhamos ficado decepcionados ao saber do rumo que a investigação estava tomando, afirmamos firmemente que as alegações são falsas. Continuaremos a defender fortemente a inocência de Adam”, disse a advogada.

Adam Gotsis é natural de Melbourne, na Austrália, e chegou aos Estados Unidos para jogar futebol americano em Georgia Tech. Ele atuou na universidade de 2012 a 2015.

Ele é um dos titulares projetados para a defesa dos Broncos na temporada 2018, depois de ser titular em 13 jogos no ano passado, quando somou dois sacks, 41 tackles combinados e quatro passes desviados.

Comments
To Top