NFL

Dashon Goldson assina com o Atlanta Falcons

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

O safety Dashon Goldson assinou com o Atlanta Falcons neste domingo (28) e chega para ser uma opção para o elenco. O defensor havia feito um teste na equipe no último sábado e o técnico Dan Quinn deixou claro que o atleta teria que aceitar um papel de reserva se assinasse com a franquia.

“Nós fomos muito claros em relação ao que estamos procurando. (Goldson) sabe qual o papel dele será para nós, e isso é muito importante”, falou o general manager Thomas Dimitroff.

O safety também se disse muito contente com o acerto.

“A organização fala por si só. Muitas coisas que o Coach Quinn está fazendo aqui pesaram nisso. Definitivamente, o talento que temos aqui, no ataque e na defesa, especialmente na defesa porque estou do lado defensivo da bola. E eu vejo uma boa oportunidade aqui já que temos algum talento e, se juntamos tudo, pode ser algo especial”, declarou Goldson, depois de se vestir para o treinamento deste domingo.

Dashon Goldson também não se mostrou preocupado com o fato de chegar para ser uma das opções de reserva.

“Eu estou aqui para jogar futebol americano, no final das contas. Eu não estou de olho em posicionamento. Eu apenas vou lá, e meu jogo fala por ele mesmo. E os treinadores têm que tomar suas decisões”, observou o jogador.

Vale lembrar que o Atlanta Falcons estará sem o safety titular Keanu Neal, calouro selecionado na primeira rodada do draft de 2016, pelos primeiros dois jogos da temporada regular, na melhor das hipóteses. Isso porque o novato vai passar por uma artroscopia no joelho nesta segunda (29).

Kemal Ishmael, safety reserva, vai ocupar a vaga de Neal por enquanto. Apesar de Ishmael ter perdido os dois últimos jogos da pré-temporada devido a uma contusão no ombro, ele pode estar de volta para o último jogo da pré-temporada, nesta quinta (1), contra o Jacksonville Jaguars, e também deve estar preparado para a semana 1 da temporada regular.

Dashon Goldson, que completa 32 anos de idade em setembro, foi dispensado pelo Washington Redskins no dia 7 de março e a equipe ‘salvou’ US$ 8 milhões no salary cap com o corte.

Na temporada passada, o safety foi titular em 15 jogos na temporada regular, além do confronto contra o Green Bay Packers nos playoffs. O defensor somou 110 tackles na temporada regular, melhor marca de sua carreira, além de uma interceptação retornada para touchdown e três passes defendidos.

Os Redskins trouxeram Goldson em 2015 após acertarem uma troca com o Tampa Bay Buccaneers, onde ele ficou por duas temporadas (2013 e 2014), e antes disso ele defendeu o San Francisco 49ers nos primeiros seis anos de sua carreira, de 2007 a 2012.

Comments
To Top