NFL

Darren Sharper irá apelar de condenação de 18 anos; veja as manchetes da sexta-feira

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Darren Sharper, ex-astro da NFL, informou a corte federal que ele planeja apelar a sua condenação de 18 anos em um caso de um caso de drogas e agressão sexual, em que ele se declarou culpado. Sharper se declarou culpado ou não contestou as acusações de ter drogado e estuprado mulheres que enfrentou, em quatro estados.

– Tony Romo, quarterback do Dallas Cowboys, aparentemente saiu lesionado do jogo de pré-temporada na última quinta-feira e o proprietário Jerry Jones comentou a situação e o trabalho com Dak Prescott.

“Foi um complete replay para mim dos últimos cinco anos. Era apenas surreal. Tenho certeza de que todos nós tivemos os nossos próprios pensamentos. Eu realmente rezei para que ele estivesse bem”, comentou Jones. “Certamente eu gosto do trabalho que estamos fazendo com nosso quarterback reserva”, acrescentou o dono dos Cowboys em outra resposta.

– Com Thomas Rawls lesionado, o Seattle Seahawks está utilizando o running back Christine Michael nos jogos de pré-temporada e o treinador Pete Carroll comentou a situação do atleta.

“Ele teve que ir para outro lugar (Cowboys e Redskins), ele teve que ser cortado, ele teve que ser dispensado do elenco de treino”, disse Carroll. “Tivemos a sorte de pegá-lo de volta. Ele voltou com todas as lições na mão que ele poderia aprender e ele as aprendeu. Ele virou o jogo e é uma grande reviravolta para ele e para nós”.

– Ezequiel Elliott, running back do Dallas Cowboys, vem se destacando e Kam Chancellor, jogador de linha defensiva do Seattle Seahawks, comentou o que achou do calouro. Elliot também comentou a situação.

“Eu estava (surpreso), porque eu não havia visto nenhum vídeo, então não sabia que movimentos ele ia fazer. Eu estava um pouco surpreso por isso, mas não na segunda vez (que nos enfrentamos)”, disse Chancellor. “Na segunda vez, você sabe que eu vou com tudo. Eu estava um pouco surpreso na primeira vez, mas ele teve muita coragem para isso”.

“Eles pensaram que tinham que me receber porque eu sou um calouro”, disse o running back. “Para eles, eles estavam me dando a conversa dos calouros. Mas eu tinha que deixar claro que eu pertenço a essa liga”.

– O Seattle Seahawks jogou muito bem na última quinta-feira e o seu ataque parecia estar em um ótimo ritmo, contudo o tight end Jimmy Graham não estava jogando e ainda está tentando retornar para o início da temporada. Apesar desse cenário, Graham estava muito bem no aquecimento.

“Ele estava ótimo no pré-jogo. Ele estava voando. Ele realmente estava pegando fogo”, disse o treinador Pete Carroll. “Ele fez muitos sprints antes do treino, com arremessos e recepções e, em seguida, ele fez várias jogadas e então foi para o aquecimento antes do jogo”.

– Antes do jogo de pré-temporada contra o Dallas Cowboys, os running backs Thomas Rawls e Christine Michael receberam conselhos de um velho conhecido: Marshawn Lynch, que ligou diretamente da Austrália.

“Eu e Thomas, nós falamos com ele há dois dias no telefone”, disse Michael. “Ele estava apenas dando conselhos sobre o jogo, sobre a temporada. Apenas sendo um irmão como se ele estivesse aqui. Apenas nos encorajando, nos dizendo para assistir vídeos, estudar, se preparar e fazer tudo certo”.

– Apesar de ter apenas 24 anos, DeAndre Hopkins já se tornou um dos líderes e veteranos entre os receptores do Houston Texans.

“Eu olho para D-Hop, como ele é profissional todos os dias”, disse o calouro Braxton Miller. “Eu estou tentando aprender como os veteranos fazem as cosias e quero aprender rápido para eu poder contribuir com a equipe”.

– Apesar de começar a jogar, em casa, na temporada regular, apenas no dia 25 de setembro, o Miami Dolphns irá sediar um jogo de pré-temporada no seu estádio e a organização tem duas preocupações: a possibilidade de uma onda tropical virar uma tempestade e o zika vírus. Para o último problema, os Fins contrataram uma empresa de dedetização para tentar reduzir as chances dos atletas e do público de ficarem doentes.

– O New York Jets quer transformar o wide receiver veterano Eric Decker em algo novo: uma ameaça em jogada de profundidade. “Você vai ver mais disso nesse ano”, disse Karl Dorrell, treinador dos receptores. “Eric vai surpreender muita gente”.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top