NFL

Mestre das OLs dos Patriots, Dante Scarnecchia se aposenta; veja mais movimentações na NFL

Dante Scarnecchia, treinador de linha ofensiva do New England Patriots

Dante Scarnecchia, treinador de linha ofensiva do New England Patriots por muitos anos, está se aposentando após 36 temporadas na NFL. Dessas 36, foram 34 nos Pats, sendo ele o treinador mais longevo em um único time na liga.

O anúncio da aposentadoria foi feito pela franquia de Foxborough nesta terça-feira (28).

Scarnecchia completa 72 anos de idade em fevereiro. Ele é amplamente respeitado em toda a liga como um dos melhores assistentes técnicos e uma peça importante no sucesso da organização.

“Foi um privilégio treinar com Dante por tanto tempo. Eu sabia disso muito antes da sua aposentadoria inicial e durante um segundo ato de excelência contínua. Dante está entre os melhores assistentes técnicos de todos os tempos”, observou Bill Belichick, head coach de New England.

O quarterback Tom Brady também elogiou o treinador no Instagram: “que privilégio jogar e trabalhar com Dante por duas décadas. A definição do Patriot Way – consistente e confiável TODOS OS DIAS”.

O último treinador da NFL a somar pelo menos 30 temporadas com apenas um time foi Dick Hoak, que passou 35 temporadas como assistente do Pittsburgh Steelers, um recorde na NFL.

Scarnecchia se aposentou por duas temporadas em 2014 e 2015 antes de retornar em 2016.

Ele foi contratado pelos Pats em 1982 sob o técnico Ron Meyer, então se juntou ao staff de Meyer no Indianapolis Colts nas temporadas 1989 e 1990 antes de voltar aos Patriots em 1991.

Dante Scarnecchia trabalhou nas comissões técnicas dos head coaches Meyer, Raymond Berry, Dick MacPherson, Bill Parcells, Pete Carroll e Belichick nos Patriots. Ele esteve na lateral do campo em 22 das 27 temporadas da franquia com classificação aos playoffs e ele trabalhou em 49 dos 58 jogos da história da franquia em pós-temporada, vencendo cinco Super Bowls.

Em 2007, quando os Patriots terminaram a temporada regular invictos, ele foi nomeado o Treinador Assistente do Ano pela revista ‘Sports Illustrated’.

Confira mais movimentações e notícias ao redor da NFL nesta terça (28):

– O Houston Texans deu ao head coach Bill O’Brien o título de general manager para “refletir com mais precisão a maneira como operamos nos últimos oito meses”, como disse Cal McNair, proprietário da equipe texana, em comunicado oficial.

“Os preparativos estão em andamento para a temporada 2020 e eu achei que era importante atualizar títulos, funções e responsabilidades para Bill O’Brien e Jack Easterby, para que eles reflitam com mais precisão a maneira como operamos nos últimos oito meses. Eu fiquei encorajado pelo progresso que nosso time fez em campo neste ano, devido em parte à nossa nova estrutura, abordagem operacional e aos líderes do nosso grupo de operações de futebol americano”, completou.

Os Texans demitiram o general manager Brian Gaine em junho do ano passado, mas não contrataram um substituto. Assim, a franquia de Houston optou por operar com um GM por comitê. E, na offseason do ano passado, os Texans contrataram Easterby como vice-presidente executivo de desenvolvimento do time.

E, agora, com o anúncio desta terça, Easterby é vice-presidente executivo de operações de futebol americano.

– O Kansas City Chiefs lidou com algumas doenças na semana passada, com jogadores sendo poupados de treinos. Mas, agora, em um clima mais ameno em Miami, na Flórida, parece que tudo está bem.

“Eu não tenho quaisquer lesões para falar a vocês, eu acho que estamos saudáveis e prontos para jogar. (Tivemos) um bom treino ontem, e vamos voltar hoje e fazer algumas coisas”, declarou o técnico Andy Reid.

O defensive tackle Chris Jones, que treinou de forma limitada na semana passada devido a uma lesão na panturrilha, deve estar bem para enfrentar o San Francisco 49ers no Super Bowl LIV, neste domingo. Ele atuou em apenas 23 snaps defensivos na final da Conferência Americana (AFC) contra o Tennessee Titans, mas deve ficar mais próximo de sua média de 46 durante a decisão da temporada 2019.

O tight end Travis Kelce também lutou com uma doença na semana passada, juntamente com um problema no joelho, mas também estará pronto para a final. E o safety Jordan Lucas, outro que perdeu treinos na semana passada, está bem nesta semana.

– O Chicago Bears está trazendo o cornerback Tre Roberson, visto por muitos como principal free agent da Canadian Football League (CFL) neste ano. A informação é de Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

Atualmente com 27 anos de idade, Roberson atuou pelo Calgary Stampeders e ele escolheu os Bears mesmo com outras nove ofertas na mesa.

Ele somou sete interceptações e 41 tackles na temporada passada com os Stampeders, anotando dois touchdowns

Os Bears devem dar a Roberson a maior compensação para um jogador que migrou da CFL para a NFL desde que o Miami Dolphins fechou um contrato de quatro anos, US$ 4,9 milhões, com o defensive end Cameron Wake em 2009.

Comments
To Top