NFL

Dallas Cowboys seguirá apoiando Randy Gregory mesmo após outra suspensão

Randy Gregory, defensive end do Dallas Cowboys

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Dallas Cowboys não está pronto para desistir de Randy Gregory, mesmo depois da suspensão por tempo indeterminado que a National Football League impôs ao defensive end na última terça-feira.

“Eu acho que há certamente um ponto com jogadores diferentes, mas não achamos que estamos neste ponto com Randy agora”, declarou o técnico Jason Garrett nesta quarta-feira (27), no NFL Scouting Combine.

Gregory foi suspenso quatro vezes desde que a franquia texana o selecionou na segunda rodada do draft de 2015. Ele participou de apenas dois jogos em 2016 e 2017 somados antes de retornar e atuar em 14 partidas na temporada passada, terminando em segundo no time em sacks com seis no total.

“Randy é um bom rapaz e tem alguns problemas com os quais está lidando. Ele tentou lidar com esses problemas de cabeça erguida desde o primeiro dia. Ele passou muito tempo recebendo ajuda profissional para seus problemas. Ele trabalhou muito e fez um trabalho muito bom para nós este ano, depois de passar por muitos obstáculos. Infelizmente, ele teve um contratempo e não vai estar conosco no curto prazo, mas continuaremos a apoiá-lo”, afirmou o head coach.

Gregory admitiu ter problemas com ansiedade e uso de maconha. Os Cowboys estavam cientes da possibilidade da mais recente suspensão desde o final da temporada passada.

Como parte da política de abuso de substâncias, Gregory foi capaz de ser testado até 10 vezes por mês e, como parte de sua reintegração no ano passado, ele teve que atender a certos critérios rígidos estabelecidos pela NFL.

Na última terça, Daniel Moskowitz, advogado de Gregory, disse que seu cliente vai fazer “qualquer coisa e tudo para voltar aos campos o mais rapidamente possível”.

A esperança é que Gregory receba tratamento e atenda aos critérios estabelecidos no processo de reintegração para convencer o comissário Roger Goodell que ele merece voltar a atuar.

Enquanto estiver cumprindo a suspensão, Gregory não pode ter nenhum contato com os Cowboys. A franquia do Texas gostaria que esse aspecto da política mude durante as futuras negociações do novo acordo coletivo de trabalho.

“Ele vai continuar a trabalhar e tentar obter ajuda profissional para seus problemas e eu acredito que ele fez grandes progressos nessa área. O modo como me foi explicado é que, às vezes, a recaída é parte da reabilitação, e eu acho que isso é algo com que ele continuará a trabalhar. Infelizmente, a NFL tem essa política que, às vezes, suspende os jogadores nessas situações, mas continuaremos a tentar apoiá-lo. Eu sei que ele está trabalhando muito duramente para controlar seus problemas”, finalizou Garrett.

Comments
To Top