NFL

Dallas Cowboys nomeia Kellen Moore como novo coordenador ofensivo

Kellen Moore, coordenador ofensivo do Dallas Cowboys

(Crédito: Twitter/reprodução)

Depois de um ano como treinador de quarterbacks trabalhando com Dak Prescott, Kellen Moore será o responsável pelo ataque do Dallas Cowboys em 2019. Em uma decisão que era esperava há mais de uma semana, ele foi nomeado o novo coordenador ofensivo da franquia texana nesta quinta-feira (31).

Ele vai substituir Scott Linehan, que foi liberado do cargo no dia 18 de janeiro, depois de exercer a função de coordenador ofensivo dos Cowboys de 2014 a 2018.

Moore tem crescido rapidamente nos rankings de assistentes na NFL. Ele abriu a temporada 2017 como quarterback reserva de Prescott, mas fechou o campeonato como membro do practice squad (elenco de treinamento) do time.

Atualmente com 29 anos de idade, Moore atuou em apenas três jogos durante sua carreira como jogador na NFL, todos em 2015. Ele foi titular em dois deles e acertou 61 passes de 104 (58,7%) para 779 jardas, quatro touchdowns e seis interceptações nessas três partidas.

Moore passou as primeiras três temporadas de sua carreira (2012 a 2014) trabalhando com Linehan no Detroit Lions.

Ele entrou no training camp de 2016 como segundo quarterback dos Cowboys, mas sofreu uma fratura no tornozelo na primeira semana de treinos, o que levou Prescott a assumir o posto de titular depois que Tony Romo se lesionou.

Segundo fontes consultadas pelo jornalista Todd Archer, da ‘ESPN’ norte-americana, vários times pediram permissão aos Cowboys para conversar com Moore sobre vagas de coordenador ofensivo, mas os pedidos foram negados.

Moore construiu um sólido relacionamento com Prescott e tem sido visto como um futuro head coach, depois de somar 50 vitórias em quatro temporadas na Universidade de Boise State como quarterback.

Além de anunciar a promoção de Moore, o Dallas Cowboys adicionou Jon Kitna ao staff como treinador de quarterbacks. Ele jogou pelos Cowboys de 2009 a 2011 como reserva de Romo e retornou para ser QB emergencial em 2013 por um jogo depois que Romo passou por cirurgia nas costas.

Comments
To Top