NFL

Dallas Cowboys não exerce opção no contrato do wide receiver Terrance Williams

Terrance Williams, wide receiver do Dallas Cowboys

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Dallas Cowboys se negou a exerceu a opção no contrato de Terrance Williams para 2019 e, desta forma, o wide receiver será um free agent no meio do mês de março.

O jornalista Todd Archer, da ‘ESPN’ norte-americana, deu a notícia em primeira mão e ela foi confirmada pela franquia texana nesta segunda-feira (18).

Williams ia faturar US$ 3,5 milhões em 2019 como parte do contrato de quatro anos, com valor de US$ 17 milhões, que ele assinou em 2017. Ao declinar a opção contratual, os Cowboys vão liberar US$ 2,25 milhões no salary cap.

O wideout teve uma temporada 2018 completamente apagada, fazendo apenas duas recepções para 18 jardas em três jogos antes de ficar entre os inativos em um jogo e ser colocado na injured reserve devido a uma contusão no pé. O camisa 83 então ficou fora do restante do campeonato.

Williams sofreu uma fratura no pé no meio do ano passado, foi mantido fora da maior parte do programa de treinamentos de offseason e treinou de maneira limitada por um tempo durante o training camp. Ele jamais pareceu estar 100 por cento.

O atleta também cumpriu uma suspensão de três jogos por violar a política de abuso de substâncias da National Football League, punição derivada de uma detenção na offseason.

Williams também não conseguiu se encontrar no ataque de Dallas em 2018, já que os Cowboys preferiram apostar mais em Allen Hurns e Deonte Thompson, contratados na free agency, além do calouro Michael Gallup, como outside receivers durante o primeiro mês da temporada.

Anteriormente ao ano passado, Williams tinha atuado em todos os 80 jogos possíveis em suas primeiras cinco temporadas na NFL, somando 230 recepções para 3.359 e 20 touchdowns, incluindo o último passe para TD da carreira do quarterback Tony Romo.

Com a troca para adquirir Amari Cooper, o desenvolvimento de Gallup, o bom papel exercido por Noah Brown e as possibilidades de trazer de volta Cole Beasley e Tavon Austin, a franquia do Texas não tinha motivações para manter Williams.

Os Cowboys também devem buscar jovens WRs neste próximo draft.

Ao não exercer a opção no contrato de Williams, os Cowboys potencialmente podem receber uma escolha compensatória de draft em 2020.

Comments
To Top