NFL

Dallas Cowboys adquire wide receiver Amari Cooper em troca com Oakland Raiders

Amari Cooper, wide receiver do Oakland Raiders

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Dallas Cowboys acertou uma troca com o Oakland Raiders nesta segunda-feira (22) para adquirir o wide receiver Amari Cooper.

A informação foi confirmada pelos jornalistas Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e Josina Anderson e Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

Posteriormente, Reggie McKenzie, general manager dos Raiders, confirmou que o negócio foi fechado.

Os Raiders vão receber uma escolha de primeira rodada de draft pelo recebedor. Assim, a organização californiana terá três escolhas na rodada inicial do draft de 2019, já que também recebeu uma do Chicago Bears na troca pelo pass rusher Khalil Mack, selada no mês passado.

Cooper tem apenas 22 recepções para 280 jardas e um touchdowns nos primeiros seis jogos desta temporada.

Ele vem de uma temporada 2017 também decepcionante, quando fez somente 48 recepções para 680 jardas e sete touchdowns em 14 jogos.

Entretanto, Cooper foi selecionado para o Pro Bowl em suas primeiras duas temporadas com os Raiders, ultrapassando as mil jardas recebidas nos dois anos.

Amari Cooper está atualmente no protocolo de concussão da NFL, mas os Raiders estão de folga nesta semana e só voltam a jogar no dia 28 de outubro contra o Indianapolis Colts. Ele sofreu a contusão na semana passada, durante a derrota dos Raiders para o Seattle Seahawks, em Londres.

Selecionado pelo Oakland Raiders na primeira rodada do draft de 2015, com a quarta escolha geral, Amari Cooper soma 225 recepções para 3.183 jardas e 19 touchdowns em 52 partidas de temporadas regulares na carreira até agora.

Atualmente com 24 anos de idade, Cooper vai atuar em 2019 sob a opção de quinto ano de contrato com valor de US$ 13,9 milhões.

Espaço no teto salarial não será problema para os Cowboys, mesmo com o time querendo renovar com o pass rusher DeMarcus Lawrence, com o cornerback Byron Jones e já pode começar a pensar em contratos de longa duração para o running back Ezekiel Elliott e para o quarterback Dak Prescott.

Cooper chega para ser um alvo de qualidade para Prescott e se ele for o WR que falta para Dallas nesta offseason, o signal caller tem mais chances de conquistar um novo contrato.

Essa não é a primeira vez que Jerry Jones, proprietário e general manager dos Cowboys, adquiriu um wide receiver antes do prazo final para trocas.

Em 2008, Dallas trocou escolhas de primeira, terceira, sexta e sétima rodadas do draft com o Detroit Lions para adquirir o wide receiver Roy Williams. O negócio não rendeu bons frutos aos Cowboys.

Williams não foi bem depois de ser trocado e fez apenas 38 recepções para 596 jardas e sete touchdowns em 2009. Os Cowboys o dispensaram após a temporada 2010.

Contudo, apesar da experiência traumática anteriormente, os Cowboys têm tido tantos problemas na posição de wide receiver que não se importaram em ceder uma escolha alta de draft para melhorar o seu grupo de wideouts.

Atualmente com campanha 3-4, os Cowboys estavam de olho no mercado de recebedores antes do prazo final para trocas (30 de outubro) e Cooper se tornou o principal alvo. O wide receiver se tornou disponível nas últimas semanas com o mau início de temporada dos Raiders, que estão com uma vitória e cinco derrotas na primeira temporada do técnico Jon Gruden nesta nova passagem pela organização.

Dallas entrou na temporada na esperança de que um comitê de WRs pudesse produzir o suficiente para suprir a ausência de Dez Bryant, dispensado na offseason.

Os Cowboys tentaram fechar com Sammy Watkins na free agency, mas ele optou por acertar com o Kansas City Chiefs.

Foi então que os Cowboys selecionaram Michael Gallup na terceira rodada do draft e contratou os veteranos Tavon Austin, Allen Hurns e Deonte Thompson para reforçar um grupo que já contava com nomes como Cole Beasley e Terrance Williams.

A organização do Texas contratou o veterano Brice Butler no dia 18 de setembro e colocou Williams na injured reserve no dia 6 de outubro devido a uma contusão no pé.

Na semana passada, Williams foi suspenso por três jogos por violar a política de abuso de substâncias da NFL, mas ele vai cumprir a punição enquanto está na IR. Ou seja, a suspensão não tem nenhum efeito prático.

O jogo aéreo dos Cowboys tem enfrentado dificuldades na maior parte da temporada 2018, sendo atualmente o quarto pior da liga. Beasley lidera o time com 33 recepções para 350 jardas e dois touchdowns. Nenhum outro WR do elenco tem mais do que 13 recepções.

Comments
To Top