NFL

Cortes de elencos 2019: acompanhe a loucura das dispensas ao redor da National Football League

Fonte: Instagram/reprodução

Chegou a hora! Este é considerado por alguns dirigentes da NFL como uma das épocas mais movimentadas da liga, depois do draft e da free agency. Os cortes de elencos 2019 estão a todo vapor e o Quinto Quarto traz esse listão para te deixar inteirado.

A National Football League é cruel e, até as 17h (de Brasília) deste sábado (31), cada um dos 32 times precisam reduzir seus elencos de 90 para 53 jogadores. Em uma conta rápida, 1.184 jogadores perderão seus empregos nas próximas horas.

Os cortes começaram já na sexta e vamos reunir tudo por aqui. E então, conforme eles arranjarem outros empregos, vamos atualizando nos boletins de transações regulares do QQ.

Vamos lá então porque haja Tramontina para tanto corte!

Nomes que chamam a atenção

Demaryius Thomas: o wide receiver veterano foi dispensado pelo New England Patriots neste sábado, mas o corte parece ser mais algo protocolar para deixar o elenco em 53 jogadores antes do prazo limite do que um corte de fato. Thomas já demonstrou interesse em continuar em New England e a expectativa é a de que o time de Foxborough traga ele de volta.

Thomas, que rompeu o tendão de Aquiles em dezembro do ano passado, foi ativado da lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list) no dia 20 de agosto. No último jogo da pré-temporada, seu primeiro desde a lesão, ele somou sete recepções para 87 jardas e dois touchdowns.

LeSean McCoy: depois de trazer Frank Gore e draftar Devin Singletary, muitos esperavam para saber qual seria o papel que McCoy assumiria nos Bills. No fim foi o papel “tô fora”. Os Bills cortaram o running back depois de quatro temporadas na equipe. A franquia tentou conseguir uma troca, mas não achou interessados e tomou a decisão drástica.

Brian Hoyer: o quarterback reserva foi dispensado pelo New England Patriots e isso significa que o calouro Jarrett Stidham ficará com a vaga de reserva direto do astro Tom Brady. Nos últimos anos, o técnico Bill Belichick tem preferido manter apenas dois QBs no elenco para aumentar as opções para outras posições e esse parece ser o caso em 2019.

Hoyer, que foi mencionado por vários jogadores dos Pats como uma peça importante na preparação para o Super Bowl LIII, foi eficiente na pré-temporada deste ano, acertando 18 passes de 22 para 202 jardas, dois touchdowns e uma interceptação. Mas Stidham foi melhor, encerrando sua participação total na preseason com 61 passes certos de 90 para 731 jardas, quatro touchdowns e uma interceptação.

Josh Doctson: o wide receiver foi dispensado pelo Washington Redskins, após tentativas de trocá-lo não surtirem efeito. Doctson foi selecionado por Washington na primeira rodada do draft de 2016, com a 22ª escolha geral, mas perdeu 14 jogos em sua temporada de calouro por causa de uma lesão no tendão de Aquiles. Nas últimas duas temporadas, ele combinou para 79 recepções e oito touchdowns.

Geno Smith: o quarterback foi dispensado pelo Seattle Seahawks no final de sábado, um dia depois do corte de Paxton Lynch. Assim, o titular Russell Wilson segue como único QB no elenco por enquanto. Na pré-temporada, em três jogos, Smith acertou 18 passes de 34 para 282 jardas e dois touchdowns. E, inicialmente, parecia que ele tinha vencido a disputa com Lynch pela vaga de reserva. No final, os dois perderam.

Paxton Lynch: o quarterback foi dispensado pelo Seattle Seahawks antes do prazo final deste sábado, como apurou Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. A franquia contratou Lynch nesta offseason, juntamente com Geno Smith, e os dois usaram as partidas de pré-temporada para competir pela vaga de reserva de Russell Wilson.

Com a dispensa, significa que Smith ganhou a disputa, depois de acertar 18 passes de 34 para 282 jardas e dois touchdowns em três jogos de preseason. Lynch acertou 18 de 37 para 180 jardas e um TD.

Brandon Marshall: o linebacker foi dispensado pelo Oakland Raiders, cinco meses depois de assinar um contrato de um ano com a franquia californiana. A equipe confirmou o corte do defensor nesta sexta.

Marshall, que ajudou o Denver Broncos a ganhar o Super Bowl 50 e somou 100 tackles em três de quatro temporadas entre 2014 e 2017, era esperado como um novo líder nos Raiders e era cotado para ser titular. O técnico Jon Gruden chegou até a declarar no começo do training camp que Marshall era um dos melhores LBs de cobertura na liga. Mas o defensor vinha lidando com uma lesão no joelho em agosto.

Su’a Cravens: o safety foi dispensado pelo Denver Broncos nesta última sexta, como apurou o jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’. O jogador de 24 anos de idade foi adquirido em uma troca com o Washington Redskins em março de 2018, mas começou a temporada passada na injured reserve com um problema no joelho.

Cravens foi ativado da IR em novembro e atuou em cinco jogos com a camisa de Denver como reserva, somando 18 passes e nenhum passe defendido. O safety foi titular em três dos cinco jogos dos Broncos na pré-temporada deste ano.

Nomes que merecem ao menos uma menção carinhosa

DeShone Kizer – o quarterback foi dispensado pelo Green Bay Packers e isso significa que Tim Boyle deve ser o reserva de Aaron Rodgers, ao menos no início da temporada 2019. Boyle que foi o quarterback número 3 dos Packers na temporada passada, atrás de Rodgers e Kizer, liderou entre todos os QBs da NFL nesta pré-temporada com seis passes para touchdown (e não sofreu nenhuma interceptação).

Laquon Treadwell – o wide receiver foi dispensado pelo Minnesota Vikings neste sábado, durante o prazo final para os times da liga finalizarem os elencos de 53 jogadores. Selecionado na primeira rodada do draft de 2016, com a 23ª escolha geral, ele não fez jus às expectativas de um jogador selecionado em uma posição tão alta e fez apenas 56 recepções para 517 jardas e um TD em três temporadas.

Kaare Vedvik – o kicker/punter foi dispensado pelo Minnesota Vikings, apenas três semanas depois de o time adquiri-lo em uma troca com o Baltimore Ravens, cedendo uma escolha de quinta rodada de draft pelo atleta.

Jachai Polite – o linebacker, selecionado na terceira rodada do draft de 2019, foi dispensado pelo New York Jets. Ele era visto como um talento digno de primeira rodada de draft, mas caiu para a 68ª posição devido às preocupações em relação à sua personalidade, derivadas de um mau desempenho durante o Combine. Polite foi um dos últimos selecionados pelo general manager Mike Maccagnan, demitido em maio, duas semanas depois do draft.

Terrelle Pryor – o wide receiver foi dispensado pelo Jacksonville Jaguars. Ele foi contratado nesta offseason, após disputar seis jogos com o New York Jets e dois jogos com o Buffalo Bills em 2018. Vale questionar se esse não será o final da linha para o WR de 30 anos, que nunca decolou na liga.

Datone Jones – o defensive tackle também foi dispensado pelos Jaguars. Selecionado na primeira rodada do draft de 2013 pelo Green Bay Packers, ele somou 11 tackles durante a pré-temporada e um field goal bloqueado. Contudo, a boa quantidade de opções da linha defensiva dos Jags complicou suas chances de permanecer no elenco.

Thomas Rawls – o running back foi dispensado pelos Jaguars, após assinar com o time em janeiro. Ele, que está em seu quinto ano na NFL, atuou em apenas uma partida do Cincinnati Bengals em 2018, após três anos no Seattle Seahawks (2015 a 2017).

Luke Willson – o tight end veterano foi dispensado pelo Oakland Raiders, após assinar com a equipe na offseason. Ele passou um ano no Detroit Lions em 2018, após cinco temporadas no Seattle Seahawks (2013 a 2017).

Logan Paulsen – o tight end foi cortado pelo Atlanta Falcons. O veterano, que está em seu décimo ano na NFL, foi titular em 10 jogos da equipe na temporada passada, somando nove recepções.

Orlando Scandrick – o cornerback veterano foi dispensado pelo Philadelphia Eagles. Ele estará elegível para retornar ao time na semana 2.

Cody Kessler – o quarterback reserva foi cortado pelo Philadelphia Eagles.

J’Marcus Webb – o offensive tackle veterano foi liberado pelo Indianapolis Colts. Ele chegou ao time em 2018, mas disputou apenas uma partida antes de ir para a injured reserve. Webb atuou em 81 jogos (65 como titular) por cinco franquias ao longo de sua carreira de 10 anos.

DeShawn Shead – o defensive back foi dispensado pelo Seattle Seahawks, como apurou o jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, no final da noite desta sexta.

Para acompanhar todos os cortes dos elencos, siga este listão completo no site oficial da NFL.

Comments
To Top