Cachorrada

Cornerback dos 49ers, Tramaine Brock é preso sob acusação de violência doméstica; time corta o defensor

Tramaine Brock, cornerback do San Francisco 49ers

(Crédito: San Francisco 49ers/divulgação)

O cornerback Tramaine Brock, do San Francisco 49ers, foi preso sob acusação de violência doméstica depois de um incidente ocorrido na noite da última quinta-feira (6). O atleta foi fichado na cadeia e liberado posteriormente.

Horas depois do incidente, os Niners divulgaram um comunicado informando que dispensaram o CB. O corte libera US$ 3,55 milhões de espaço no salary cap da organização da Califórnia.

De acordo com um relatório do Departamento de Polícia de Santa Clara, os policiais compareceram ao local depois de receberem um relato de um caso de violência doméstica Às 21h35 (horário local), no quarteirão 4000 de Headen Way, em Santa Clara, na Califórnia. Ao chegarem ao lugar, os oficiais viram que uma mulher adulta estava com ferimentos visíveis e a moça estava “em um relacionamento de namoro com o suspeito do sexo masculino”.

Brock foi levado à cadeia de Santa Clara na noite de quinta e foi liberado sob pagamento de fiança na tarde desta sexta-feira (7).

Atualmente com 28 anos de idade, o cornerback foi titular em todos os 31 jogos que disputou nas últimas duas temporadas, apenas perdendo um compromisso da franquia californiana neste ínterim. Na temporada 2016, ele disputou todas as 16 partidas dos Niners e somou uma interceptação, 14 passes desviados e 59 tackles combinados, além de um fumble forçado.

O defensive back está nos 49ers desde 2010, quando entrou na liga como agente livre não draftado, e é um dos atletas que há mais tempo está na organização.

Em 2017, Brock estava entrando no último ano de um contrato de quatro anos, com valor de US$ 14 milhões. Ele ia ‘pesar’ US$ 4,3 milhões no teto salarial da equipe nesta próxima temporada.

Vale ressaltar que o San Francisco 49ers dispensou vários jogadores que estiveram envolvidos em incidentes de violência doméstica nos últimos anos e, assim, não foi grande surpresa o fato de Tramaine Brock já estar sem emprego.

O último caso no time que levou a um corte foi o incidente envolvendo o tight end Bruce Miller, rapidamente dispensado depois de ser acusado de agredir um idoso e seu filho em um hotel de San Francisco, pouco antes da temporada 2016.

Os 49ers ainda não comentaram sobre o incidente envolvendo Brock. Esse é o primeiro caso do tipo com o time sob novo comando do general manager John Lynch e do técnico Kyle Shanahan. Os dois já haviam dito em suas coletivas de apresentação que não tolerariam problemas extracampo desse tipo.

Em sua carreira profissional, Tramaine Brock soma 11 interceptações (uma retornada para touchdown), 43 passes defendidos, dois fumbles forçados e 181 tackles.

Por email, um porta-voz da NFL disse à ‘ESPN’ norte-americana que o assunto será revisado sob a política de conduta pessoal da National Football League.

Comments
To Top