NFL

Como esperado, Chuck Pagano não é mais técnico do Indianapolis Colts

Chuck Pagano, técnico do Indianapolis Colts

(Crédito: Twitter/reprodução)

Em uma decisão mais do que óbvia (tanto que admitimos que essa nota foi escrita com antecedência), o Indianapolis Colts demitiu o técnico Chuck Pagano neste domingo (31), sequer aguardando a Black Monday para oficializar o desligamento.

Logo após a vitória por 22 a 13 para o Houston Texans na semana 17, a demissão foi confirmada.

“Chuck Pagano forneceu aos torcedores dos Colts muitas vitórias e memórias emocionantes como técnico principal dos Colts. Ao longo de sua passagem em Indianápolis, ele impactou as vidas dos jogadores que treinou, daqueles com quem trabalhou na organização e torcedores dos Colts ao redor do mundo. A primeira temporada de Chuck foi uma das histórias mais inspiradoras da história da NFL quando ele batalhou corajosamente e superou a leucemia. Como resultado, sua Fundação CHUCKSTRONG arrecadou milhões para a pesquisa sobre câncer. Agradecemos as contribuições de Chuck em nossa franquia e comunidade e desejamos a ele, Tina e toda a família Pagano nada além do melhor seguindo em frente”, declarou Jim Irsay, dono dos Colts, em comunicado oficial.

A franquia de Indiana ficou fora dos playoffs nas últimas três temporadas da NFL, enfrentando dificuldades neste ano sobretudo devido à lesão no ombro do quarterback Andrew Luck, e a campanha em 2017 (4-12) foi a pior desde que a equipe terminou com 2-14 em 2011.

Jim Irsay, proprietário da franquia, optou por manter Pagano no cargo quando o então general manager Ryan Grigson foi demitido em janeiro deste ano. Na época, o dono dos Colts frisou que acabar com metade do par técnico/GM era “o melhor” para a organização.

Mesmo tendo cumprido apenas dois de um atual contrato de quatro anos de duração, Pagano admitiu no começo de dezembro que sua segurança de trabalho era tênue e que “a vida útil desses trabalhos não é longa”.

Vale notar, contudo, que as dificuldades enfrentadas pelos Colts nos últimos três anos coincidiram com os problemas físicos enfrentados por Luck. O signal caller perdeu os últimos 26 jogos neste período e perdeu toda a temporada 2017 devido ao problema no ombro.

Pagano levou os Colts aos playoffs em cada uma de suas três primeiras temporadas no cargo, incluindo uma ida à final da Conferência Americana (AFC) na temporada 2014. O técnico manteve a invencibilidade dentro da divisão AFC South nas temporadas 2013 e 2014.

Porém, desde 2015, as coisas pioraram de maneira considerável. O Indianapolis Colts teve duas campanhas seguidas de 8-8 em 2015 e 2016 e ficou fora dos playoffs em duas temporadas consecutivas desde 1997 e 1998.

Atualmente com 57 anos de idade, Chuck Pagano somou 53 vitórias e 43 derrotas em seis temporadas comandando a franquia de Indianápolis.

O head coach perdeu 12 jogos para se submeter ao tratamento de leucemia promielocítica aguda em sua primeira temporada no time, em 2012. Naquele mesmo ano, os médicos anunciaram que o câncer de Pagano estava em remissão.

Chuck Pagano chegou ao Indianapolis Colts em 2012, como head coach pela primeira vez na NFL. Ele tem uma mentalidade defensiva, depois de ter ocupado o cargo de coordenador defensivo do Baltimore Ravens.

Apesar desse DNA de defesa, os resultados na defesa nunca chegaram a se concretizar na equipe, já que os Colts ocuparam a 20ª posição ou pior em defesa total em cinco das seis temporadas de Pagano no cargo, incluindo a segunda pior defesa da NFL em 2017.

Outra marca da passagem de Pagano pelo cargo de head coach foi a falta de capacidade de superar os concorrentes Pittsburgh Steelers e New England Patriots na AFC. Os Colts combinaram para zero vitórias e oito derrotas para esses times durante o tempo de Pagano como treinador.

O Indianapolis Colts perdeu por uma média de 24,3 pontos para os Steelers e por uma média de 24,6 pontos para os Patriots.

Comments
To Top