NFL

Com show defensivo e lindo passe de Lamar Jackson, Ravens vencem Chargers

Patrick Onwuasor, linebacker do Baltimore Ravens

(Crédito: Instagram/reprodução)

O Baltimore Ravens entrou na noite de sábado (22) com sangue nos olhos. Com uma atuação defensiva de altíssimo nível e uma apresentação consistente de Lamar Jackson, o time não deu chances para o Los Angeles Chargers na Califórnia e venceu pelo placar de 22 a 10.

E, antes de falar de Jackson, vamos falar da defesa dos Ravens. E que defesa.

A unidade parruda da franquia de Maryland cedeu míseras 198 jardas ao ataque dos Chargers e forçou três turnovers, sendo duas interceptações lançadas por Philip Rivers. Isso fez com que o ataque não precisasse fazer mais do que o necessário.

A defesa de Baltimore também aplicou quatro sacks em Rivers para uma perda total de 34 jardas, pressionando o signal caller dos Chargers na maior parte da noite.

Os ‘corvos’ da defesa até anotaram um touchdown quando o linebacker Patrick Onwuasu (esse mesmo da foto) forçou um fumble de Antonio Gates e o cornerback Tavon Young retornou 62 jardas até a end zone.

Já Jackson comandou sua quinta vitória em seis jogos com o titular, na atuação mais consistente do calouro como profissional até agora. Ele deu o maior passe para touchdown de sua carreira, em uma conexão de 68 jardas com Mark Andrews no terceiro quarto, e mostrou que não sabe vencer só com as pernas.

O signal caller selecionado na primeira rodada do draft de 2018 fechou a partida com 12 passes certos de 22 para 204 jardas e um touchdown. Ele também correu para 39 jardas.

O running back Gus Edwards teve outra atuação boa, correndo 14 vezes para 92 jardas.

O kicker Justin Tucker errou dois field goals na noite, mas ainda assim converteu três e foi um dos destaques da noite, sendo responsável por 10 dos 22 pontos dos Ravens.

Do lado dos Chargers, o quarterback Philip Rivers teve seu primeiro jogo na temporada sem um passe para touchdown e acertou 23 passes de 37 para 181 jardas e duas interceptações.

O único TD do jogo saiu em corrida de Melvin Gordon, que somou somente 41 jardas em 12 carregadas.

Com o resultado, os Ravens ficam com campanha 9-6, mantendo a sexta e última vaga da AFC para os playoffs, e ainda sonham com o título da divisão AFC North. Vale lembrar que o arquirrival Pittsburgh Steelers, líder da divisão, pega o New Orleans Saints fora de casa neste domingo.

Já os Chargers ficam com 11-4, já com a vaga nos playoffs garantida, e agora secam o Kansas City Chiefs para ainda sonharem com o título da AFC West.

Aparentemente, o voto de confiança dado pela diretoria ao técnico John Harbaugh está se provando a decisão mais inteligente.

Titans perdem Mariota, mas batem Redskins e seguem sonhando com playoffs

No outro jogo deste sábado, disputado mais cedo, o Tennessee Titans superou as adversidades e derrotou o Washington Redskins pelo placar de 25 a 16. O duelo foi disputado no Nissan Stadium, casa dos Titans.

E a franquia de Nashville precisou superar as adversidades durante a partida, já que o quarterback titular Marcus Mariota saiu de campo lesionado no final do segundo quarto e teve que ser substituído. Para sorte de Tennessee, Blaine Gabbert entrou bem no jogo.

Após entrar em campo com o time perdendo por 10 a 6, na reta final do segundo quarto, Gabbert liderou o ataque com maestria e foi fundamental para a virada. A vitória foi bem encaminhada com um passe de duas jardas de Gabbert para MyCole Pruitt, a 4min30s do final, o que trouxe o placar para 19 a 16.

A vitória foi selada com uma interceptação retornada 56 jardas para TD já com o relógio zerado.

Gabbert finalizou o jogo com sete passes certos de 11 para 101 jardas e um touchdown. Já Mariota completou 10 passes de 13 para 110 jardas antes de deixar o jogo.

Do lado dos Redskins, o quarterback Josh Johnson teve boa atuação nos primeiros três quartos, mas colocou tudo a perder com duas interceptações lançadas no último período. Ele fechou o duelo com 13 passes certos de 23 para 153 jardas, um touchdown e duas interceptações.

A única boa notícia para os Redskins foi relacionada a Adrian Peterson, já que o running back ultrapassou as 1.000 jardas corridas na temporada mesmo aos 33 anos de idade.

Com o resultado, os Titans chegam à quarta vitória consecutiva, ficam com campanha 9-6 e seguem sonhando com uma vaga como wild card na Conferência Americana (AFC). Agora, o time precisa vencer o Indianapolis Colts na semana 17 e torcer para uma derrota pelo menos do Baltimore Ravens ou do Pittsburgh Steelers para avançar à pós-temporada pelo segundo ano seguido.

Já os Redskins ficam com campanha 7-8, tendo perdido cinco dos últimos seis jogos, e agora precisam de derrotas do Philadelphia Eagles ou de Seattle Seahawks e do Minnesota Vikings para não serem eliminados da briga por uma vaga como wild card da Conferência Nacional (NFC).

Comments
To Top