NFL

Com grandes atuações de Jamal Adams e Patrick Mahomes, AFC bate NFC no Pro Bowl

Jamal Adams, safety do New York Jets

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Pro Bowl geralmente é um jogo que atrai pouca atenção, diferentemente do jogo das estrelas de outras ligas dos Estados Unidos. Mas a edição de 2019 da partida comemorativa da National Football League teve momentos divertidos e o time da Conferência Americana (AFC) dominou e bateu o time da Conferência Nacional (NFC) com grande facilidade pelo placar de 26 a 7.

O duelo no Camping World Stadium, em Orlando, na Flórida, foi marcado pela chuva e os jogadores tiraram o pé mais ainda devido a esse motivo. Mas, apesar de não empolgar, o Pro Bowl sempre tem momentos engraçados.

Foi a terceira vitória consecutiva da AFC no Pro Bowl, com todas elas vindo no Camping World Stadium. Assim, os representantes da Conferência Americana mostraram que mandam em Orlando.

No ano passado, a AFC mostrou reação jogando sob a chuva e fez 21 a 3 na segunda metade da partida para conseguir uma grande virada sobre a NFC e faturar o título com um triunfo por 24 a 23.

Desta vez, contudo, o domínio foi do início ao fim.

A AFC abriu 20 a 0 e entrou no último quarto sem tomar pontos, no que parecia que seria o primeiro shutout da história do jogo das estrelas da NFL. Mas então, a 9min05s do final do jogo, o quarterback Dak Prescott, do Dallas Cowboys, conectou um passe de 20 jardas para touchdown com o tight end Austin Hooper, do Atlanta Falcons, para evitar uma derrota mais humilhante.

Os grandes destaques da AFC foram o safety Jamal Adams, que ficou com o prêmio de MVP defensivo do Pro Bowl, e o quarterback Patrick Mahomes, que faturou o prêmio de MVP ofensivo. Cada um deles levou um carro de luxo para casa.

O defensor do New York Jets saiu de campo com uma interceptação, um sack, um passe desviado, uma pancada no quarterback e dois tackles no total, sendo um deles para perda de jardas.

Já o QB do Kansas City Chiefs acertou sete passes de 14 para 156 jardas e lançou um touchdown de 18 jardas para o tight end Eric Ebron, do Indianapolis Colts, para abrir o placar no Pro Bowl.

O último touchdown da AFC, que fechou o placar, foi curioso. O cornerback Jalen Ramsey, do Jacksonville Jaguars, mostrou que também sabe jogar no ataque e recebeu um lançamento de seis jardas do quarterback Deshaun Watson, do Houston Texans, com 19 segundos remanescentes.

Em outra mudança de papeis, o wide receiver Mike Evans, do Tampa Bay Buccaneers, mostrou que é um grande defensor e interceptou Watson. A jogada terminou após vários passes laterais.

O running back calouro Saquon Barkley, do New York Giants, e o running back Alvin Kamara, do New Orleans Saints, também jogaram na defesa.

Cada jogador da AFC vai faturar US$ 67 mil pela vitória, US$ 8 mil a mais do que os jogadores que saírem derrotados do Super Bowl LIII. Os perdedores do Pro Bowl levam US$ 39 mil cada.

Comments
To Top