NFL

Com bela virada, Los Angeles Chargers derrota Pittsburgh Steelers no Heinz Field

Justin Jackson, running back do Los Angeles Chargers

(Crédito: Instagram/reprodução)

O Los Angeles Chargers foi para o intervalo perdendo por 16 pontos e viu a situação ficar muito complicada em pleno Heinz Field. Mas, com um segundo tempo impecável, os visitantes surpreenderam o Pittsburgh Steelers e venceram pelo placar de 33 a 30.

Com o resultado no Sunday Night Football, a franquia californiana fica com campanha 9-3 e segue firme e forte na briga com o Kansas City Chiefs (10-2) pela ponta da AFC West. Já o time da Pensilvânia cai para 7-4-1, mas segue com ligeira vantagem na ponta da AFC North.

O quarterback Philip Rivers teve uma atuação muito boa e fechou a partida com 26 passes certos de 36 para 299 jardas e dois touchdowns. Ele conseguiu mais uma vitória de virada em sua carreira.

Outro destaque dos Chargers foi o wide receiver Keenan Allen, que fez 14 recepções para 148 jardas e um TD.

Do lado dos Steelers, o quarterback Ben Roethlisberger acertou 29 passes de 45 para 281 jardas, dois touchdowns e uma interceptação.

O running back James Conner correu para 60 jardas e dois touchdowns antes de lesionar a perna no último quarto, e o wide receiver Antonio Brown fez dez recepções para 154 jardas e um touchdown.

O jogo também ficou marcado por alguns erros de arbitragem, que não marcaram algumas faltas durante a partida, inclusive uma no retorno de punt para TD de Desmond King.

Na semana 14, o Pittsburgh Steelers enfrenta o Oakland Raiders, fora de casa, enquanto o Los Angeles Chargers recebe o Cincinnati Bengals. Os dois jogos serão no próximo domingo, dia 9, na segunda faixa de horário da NFL.

Steelers dominam no primeiro tempo

O L.A. Chargers começou o jogo com a posse de bola e até avançou bem, mas o primeiro drive terminou com field goal errado de 52 jardas de Mike Badgley.

Já os Steelers não quiseram nem saber de errar.

Foram dois touchdowns no primeiro quarto, em duas corridas de uma jarda de James Conner, mas o segundo deles teve erro de Chris Boswell no extra point, deixando o placar em 13 a 0.

Os Chargers responderam com 1min04s para o fim do primeiro quarto, com um touchdown em lindo passe de 46 jardas de Philip Rivers (parabéns pro papai) para Travis Benjamin. O placar ficou em 13 a 7.

No segundo quarto só deu Steelers, mas não sem erros, já que Ben Roethlisberger foi interceptado no começo do período por Derwin James, depois de forçar passe na direção de Vance McDonald.

Contudo, os erros dos mandantes pararam por aí.

Primeiro veio um field goal de 48 jardas de Boswell para trazer a vantagem para 16 a 7 e, restando 17 segundos para o intervalo, Big Ben foi muito bem protegido por sua linha, saiu um pouco para o lado esquerdo e lançou um foguete de 28 jardas para Antonio Brown na end zone.

O terceiro TD dos Steelers deixou a vantagem em 23 a 7 antes da pausa.

Brown fechou a primeira metade de jogo com impressionantes seis recepções para 117 jardas e um TD. Além do TD, AB também fez uma recepção para ganho de 46 jardas.

Chargers buscam virada incrível

No terceiro quarto, a única pontuação foi um touchdown bizarro dos Chargers. Philip Rivers lançou passe de 10 jardas na direção de Keenan Allen, os dois defensores dos Steelers que estavam na jogada colidiram um com o outro, em uma verdadeira trapalhada, e Allen agarrou a bola.

Os Chargers ainda arriscaram a conversão de dois pontos, que foi bem-sucedida em passe de Rivers para o tight end Antonio Gates, e o placar ficou com diferença de uma posse de bola: 23 a 15.

O último quarto prometia fortes emoções. E já começou entregando isso.

Os Steelers estavam com a posse de bola, mas Big Ben sofreu um sack dado por Joey Bosa, perdendo dez jardas. A terceira descida então se tornou quase inviável e Pittsburgh chutou o punt pouco depois.

Foi então que Desmond King retornou o punt 73 jardas até a end zone e anotou um lindo touchdown. L.A. novamente arriscou os dois pontos e tiveram sucesso em lançamento de Rivers para Keenan Allen. O jogo ficou empatado em 23 pontos.

E Los Angeles foi buscar a virada.

Com 8min09s para o fim do jogo, os Chargers fizeram uma bela chamada de corrida pelo meio, pegaram a defesa adversária desprevenida e Justin Jackson correu 18 jardas até a end zone para anotar o TD que deixou o placar em 30 a 23.

A campanha seguinte era importantíssima para os Steelers e ela teve Ryan Switzer saindo de campo depois de uma pancada forte para ser avaliado com suspeita de concussão e, pouco depois, James Conner saindo com lesão na perna. Entretanto, Pittsburgh superou as adversidades e Big Ben acertou passe de dez jardas para Jaylen Samuels. O running back correu até end zone depois da recepção e o jogo ficou empatado novamente: 30 a 30.

Mas os Chargers ainda tinham mais de quatro minutos para encaixar o drive da vitória.

Em um drive consistente, com Rivers mostrando bom domínio do relógio e tudo mais, o time californiano avançou até o campo de ataque e arriscou um field goal de 39 jardas e errou. Mas… os Steelers cometerem uma falta de offside e deram mais uma chance para os Chargers.

Badgley teve seu chute de 34 jardas bloqueado, mas houve outra falta de offside dos Steelers (não, você não leu errado).

Na terceira tentativa, Badgley não decepcionou no chute de 29 jardas e deu os três pontos da vitória para os Chargers. Placar final: 33 a 30.

Comments
To Top