NFL

Com apenas 23 anos, RB David Wilson se aposenta por causa de lesão

Crédito: Instagram/reprodução

Crédito: Instagram/reprodução

A carreira era promissora: uma bela trajetória na Virginia Tech e escolha de primeira rodada da franquia vencedora do Super Bowl. Porém, David Wilson só terá dois anos e 21 jogos para se lembrar de sua curta passagem pela National Football League. Em anúncio nesta segunda-feira, o New York Giants e o running back anunciaram que, por causa de problemas crônicos no pescoço, a carreira de Wilson está finalizada.

O pescoço vinha sendo um problema para o jogador no passado e o restringiu a apenas cinco partidas na temporada. Havia a expectativa no training camp deste ano que o incômodo tivesse passado. Mas na quinta-feira, o camisa 22 teve uma lesão em um nervo devido a uma pancada e a dor se espalhou para o braço.

Diferentemente de na offseason passada, quando recorreu à mesa de cirurgia, Wilson foi aconselhado dessa vez a deixar o esporte. Em comunicado oficial, o jogador afirmou que está “agradecido por, literalmente, poder sair andando do jogo e estar saudável o suficiente para fazer as mesmas coisas que fiz a minha vida inteira, exceto jogar futebol americano. Eu sempre tentarei achar o lado positivo”.

Inspirador, Wilson apontou que não quer que ninguém sinta pena por ele. “Eu vivi meu sonho. Muitas pessoas só conseguem sonhar em realizar seu sonho. Agora eu tenho a chance de idealizar e viver outro sonho”, declarou.

Como dito, o jogador foi a escolha de primeira rodada do na época campeão do Super Bowl. Na primeira temporada Wilson jogou as dezesseis partidas, com 358 jardas corridas (cinco jardas por tentativa) e cinco touchdowns, um deles pelo ar. Já no segundo ano foram apenas cinco partidas, 146 jardas, 1 TD e dois fumbles.

O técnico Tom Coughlin também se pronunciou sobre o assunto e elogiou a postura do ainda novo ex-atleta. “O ponto principal é que David realizou seu sonho. Mesmo que sua carreira tenha sido curta, ele permanece otimista e acredita que Deus tem um plano para ele. Ele aceitou de um jeito que é um exemplo para todos nós”.

Agora o treinador terá que repensar seu jogo terrestre, já que os Giants apostavam que temporada 2014/15 poderia ser a da consolidação para Wilson, liderando o grupo do ataque terrestre composto também por Rashad Jennings, Andre Williams e Peyton Hillis. Infelizmente, não será o caso.

Comments
To Top