NFL

Indianapolis Colts fecha novo contrato com Jacoby Brissett; veja mais transações

Jacoby Brissett, quarterback do Indianapolis Colts

O Indianapolis Colts acertou um novo contrato de dois anos, com valor de US$ 30 milhões, com o novo quarterback titular Jacoby Brissett.

A informação foi confirmada pelos jornalistas Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e Mike Reiss, da ‘ESPN’ norte-americana.

Segundo Rapoport, Brissett vai faturar US$ 20 milhões garantidos já na assinatura.

Brissett estava entrando no quarto e último ano de seu contrato de calouro e ia faturar apenas US$ 2 milhões em 2019. Com o novo acordo, o signal caller tem vínculo com os Colts até a temporada 2020 da National Football League.

O camisa 7 se tornou o QB titular dos Colts após a surpreendente aposentadoria de Andrew Luck. Brissett estava trabalhando com o time titular desde abril, enquanto Luck seguia afastado dos treinos devido a um problema na panturrilha e no tornozelo.

“Eu sei disso sobre Jacoby, ele não vai hesitar. Ele não vai vacilar. Ele não faz quando o trouxemos para cá em (2017). Jacoby não hesitará”, afirmou Chris Ballard, general manager dos Colts, no último domingo.

Selecionado pelo New England Patriots na terceira rodada do draft de 2016, Brissett disputou três jogos em sua temporada de calouro, sendo dois como titular, e acertou 34 passes de 55 (61,8%) para 400 jardas, sem touchdowns e interceptações.

Os Colts adquiriram o QB em uma troca com os Patriots, selada no dia 2 de setembro de 2017, quando Luck estava tendo dificuldades com contusões.

Brissett então teve duas semanas para aprender o playbook antes de assumir como titular pelos últimos 15 jogos da temporada 2017, a última de Chuck Pagano como head coach dos Colts.

A franquia de Indianápolis somou quatro vitórias e 11 derrotas naquelas partidas.

Em sua carreira profissional no total até agora, Jacoby Brissett acertou 59,1% de seus passes para 3.500 jardas, 13 touchdowns e sete interceptações. Ele também correu para 336 jardas e cinco TDs.

Hoyer chega – Os Colts também encontraram seu novo quarterback reserva e contrataram Brian Hoyer, ex-reserva de Tom Brady no New England Patriots. Segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, o acordo é de três anos, com valor de US$ 12 milhões, incluindo US$ 9 milhões garantidos.

Hoyer se junta a Brissett, ex-reserva dos Pats, em Indianápolis e pode ser o mentor ideal para o jovem Jacoby, agora titular absoluto dos Colts.

Atualmente com 33 anos de idade, Hoyer passou 11 temporadas de sua carreira até agora rodando pela NFL, com passagens por Patriots, Pittsburgh Steelers, Arizona Cardinals, Cleveland Browns, Houston Texans, Chicago Bears e San Francisco 49ers. Agora, o QB chega ao seu oitavo time na liga, com 37 jogos como titular em seu currículo.

Hoyer chega enquanto o reserva Chad Kelly está afastado para cumprir uma suspensão de dois jogos. Mas, a julgar pelo contrato que ele recebeu, o ex-reserva de Brady deve ser o primeiro reserva, com Kelly permanecendo como terceira opção.

Confira mais transações ao redor da NFL nesta segunda (2):

– O Minnesota Vikings contratou o wide receiver Josh Doctson sob contrato de um ano de duração, como apurou Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, nesta segunda. A contratação se dá dias depois da dispensa do wide receiver Laquon Treadwell, após três temporadas do recebedor com a organização.

Selecionado com a 22ª escolha geral do draft de 2016 pelo Washington Redskins, Doctson foi perdendo espaço com o head coach Jay Gruden, depois de sofrer com inconstância de produtividade e lesões em suas três temporadas na capital dos EUA. Ele perdeu a maior parte de seu ano de calouro com uma lesão no tendão de Aquiles e foi titular em 26 jogos no total com a camisa dos Redskins.

Doctson deixa os Redskins com 81 recepções para 1.100 jardas e oito touchdowns.

– O Dallas Cowboys está dispensando o linebacker Rolando McClain, que foi reintegrado de forma condicional pela NFL na semana passada. McClain estava suspenso desde dezembro de 2016 por violar a política de substâncias proibidas pela liga.

Atualmente com 30 anos, McClain jogou pela última vez na NFL em 2015, com a camisa dos Cowboys, e a franquia texana ainda era detentora de seus direitos.

– O New York Jets contratou Hines Ward, ex-wide receiver da NFL, como assistente ofensivo em tempo integral na comissão liderada pelo head coach Adam Gase.

Ward passou todas as 14 temporadas de sua carreira de jogador com o Pittsburgh Steelers, que o selecionou na terceira rodada do draft de 1998. Duas vezes campeão do Super Bowl e MVP do Super Bowl XL, Ward fez 1.000 recepções para 12.083 jardas e 85 touchdowns em sua carreira profissional.

– O Cleveland Browns trouxe de volta o left tackle titular Greg Robinson depois de dispensá-lo de maneira surpreendente neste último domingo, de acordo com Steve Wyche, da ‘NFL Network’. Wyche acrescenta que o corte de Robinson foi apenas uma decisão protocolar para criar um espaço no elenco para o offensive lineman Drew Forbes, que foi colocado na injured reserve. Então, Robinson foi recontratado após a transação ser concluída.

– O Detroit Lions recontratou o tight end Logan Thomas e colocou o defensive end Austin Bryant na injured reserve, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’. A franquia de Michigan está dispensando o wideout Andy Jones com um acordo de lesão.

– O Atlanta Falcons fechou um contrato de um ano com o fullback Keith Smith, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. O ex-jogador do Oakland Raiders foi cortado neste final de semana.

– O Pittsburgh Steelers confirmou o acertou de um novo contrato de três anos com o cornerback Joe Haden.

– O Cincinnati Bengals anunciou algumas movimentações de elenco: o guard John Jerry foi recontratado, enquanto que o offensive tackle O’Shea Dugas foi colocado na injured reserve e offensive tackle Wyatt Miller foi adicionado ao elenco de treinamento (practice squad).

– O New York Giants adicionou o linebacker David Mayo e mais dores jogadores ao elenco de treinamento (practice squad). O time também está trocando o linebacker B.J. Goodson com o Green Bay Packers, segundo Ian Rapoport e Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

– O Miami Dolphins dispensou o defensive tackle Vincent Taylor, de acordo com o técnico Brian Flores.

– O Denver Broncos contratou os linebackers Keishawn Bierria e Corey Nelson, e o cornerback Davontae Harris, e colocou o quarterback Drew Lock, o tight end Jake Butt e o running back Theo Riddick na injured reserve, em decisões correspondentes, segundo James Palmer, da ‘NFL Network’.

– O Seattle Seahawks cortou o linebacker Austin Calitro, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

– O Philadelphia Eagles fechou uma extensão de contrato de um ano com o cornerback Cre’von LeBlanc, acordo que garante ao jogador o salário deste ano mais um bônus, além de uma chance de faturar um bom dinheiro no próximo ano, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. LeBlanc (pé) está indo para a injured reserve e pode retornar mais adiante neste ano.

– O Washington Redskins trouxe o linebacker Tanner Vallejo, depois de ele ser dispensado pelo Arizona Cardinals, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

Comments
To Top