NFL

Cliff Avril: Seahawks começaram a questionar Carroll após Super Bowl XLIX

Cliff Avril, defensive end do Seattle Seahawks

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Seattle Seahawks passou por uma grande reformulação nesta offseason, incluindo o desmantelamento de grande parte da chamada Legion of Boom, como a saída do cornerback Richard Sherman. Assim, vale refletir se não podemos estar vendo o começo do fim da ‘era Pete Carroll’.

E o recém-dispensado defensive end Cliff Avril falou um pouco sobre isso nesta semana.

Ainda vivendo com a sombra da interceptação de Malcolm Butler, então defensive back do New England Patriots, que tirou o título do Super Bowl XLIX das mãos dos Seahawks, Avril acredita que poderia ter ganhado mais anéis de campeão na franquia de Seattle.

“Você pensa sobre o que poderia ter acontecido. Se vencêssemos aquele Super Bowl, acho que provavelmente teríamos ganhado nos dois anos que se passaram”, afirmou Avril, em participação no Dave Dameshek Football Program.

Avril está trabalhando no limbo do famoso ‘e se’, já que ele imagina que, não houvesse o final catastrófico naquela decisão da temporada 2014 da NFL, muita coisa teria sido diferente em termos de título. Porém, é completamente normal que atletas se questionem desta forma.

E o pass rusher crê que os Seahawks teriam sido mais bem-sucedidos se Carroll tivesse lidado com aquela reta final de Super Bowl XLIX com mais cuidado.

“Eu acho que o time teria comprado mais do que o Coach Carroll estava dizendo, em vez de seguir o caminho oposto de, ei, isso é o que achamos que era a base da equipe, e não foi isso que aconteceu naquela jogada em particular”, observou. “Então, eu acho que os caras começaram a questioná-lo mais, mais do que seguir a sua liderança se tivéssemos vencido aquele Super Bowl”, prosseguiu Avril.

O próprio Pete Carroll admitiu que tentar o passe na ocasião, com seu ataque a poucas jardas de entrar na end zone, foi o “pior resultado de uma chamada em todos os tempos”, o head coach também insistiu que a jornada significa mais do que o momento.

Entretanto, na visão de Avril, a jogada vem assombrando os Seahawks desde então.

“A situação foi uma me*** independentemente de quem levou a culpa. É apenas o fato de que estávamos tão perto e não conseguimos, então acho que muitos caras se viram desconectados da mensagem”, finalizou Avril.

Fato é que a jogada será lembrada para sempre como uma das piores chamadas da história da NFL e Carroll, justa ou injustamente (dependendo da sua visão pessoal), terá que lidar com esse fantasma.

Comments
To Top