NFL

Cleveland Browns troca Corey Coleman com o Buffalo Bills por escolha de draft

Corey Coleman, wide receiver da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Cleveland Browns chegou a um acordo com o Buffalo Bills e trocou o wide receiver Corey Coleman com o rival por uma escolha de draft.

A informação sobre a troca foi apurada em primeira mão pelo jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana, na noite deste domingo (5). Posteriormente, o Buffalo Bills confirmou de maneira oficial a troca para adquirir o wideout.

Nesta segunda (6), Schefter acrescentou que a compensação pelo atleta é uma escolha de sétima rodada do draft de 2020.

Os Bills dispensaram o wide receiver Quan Bray para abrir espaço no elenco para Coleman.

Os Browns selecionaram Coleman na primeira rodada do draft de 2016, com a 15ª escolha geral, depois de trocar a escolha número 2 com o Philadelphia Eagles. Os Eagles utilizaram a segunda escolha para selecionar o quarterback Carson Wentz.

Na temporada 2017, Coleman atuou em apenas nove jogos com a camisa dos Browns, somando 23 recepções para 305 jardas e dois touchdowns. Ele perdeu sete jogos no ano passado devido a uma lesão na mão.

Em 19 jogos em sua carreira profissional na National Football League até agora, Corey Coleman soma 56 recepções para 718 jardas e cinco touchdowns.

Os Bills estavam precisando de reforços para o grupo de wide receivers, mesmo com a volta de Zay Jones ao time. O jogador selecionado na segunda rodada do draft de 2017 saiu da lista de lesionados por razões não relacionadas ao futebol americano (NFI list) neste domingo, depois de passar por cirurgia no joelho durante a offseason.

O Buffalo Bills entrou no training camp com Kelvin Benjamin como seu principal WR, mas muitas dúvidas cercam o restante do grupo de recebedores.

No lugar de Jones durante a primeira semana do camp, os Bills rodaram um grupo de recebedores nos trabalhos do time titular. Nomes como Andre Holmes, Malachi Dupre, Brandon Reilly e o calouro não draftado Robert Foster trabalharam com a primeira unidade. O time também utilizou Jeremy Kerley como slot receiver.

A troca envolvendo Corey Coleman é mais um negócio chamativo feito pelo novo general manager John Dorsey. Mais cedo nesta offseason, os Browns adquiriram o wide receiver Jarvis Landry em troca com o Miami Dolphins e o quarterback Tyrod Taylor em troca com os Bills.

Com essas negociações, o GM espera ajudar a resolver os problemas demonstrados no ano passado, quando dos Browns perderam todos os 16 jogos da temporada.

A troca selada neste domingo é mais uma demonstração do quanto os Browns não tiveram sucesso recente com jogadores selecionados na primeira rodada do draft. Nenhum dos selecionados por Cleveland na rodada inicial dos drafts entre 2012 e 2016 segue no time: além de Coleman, Trent Richardson, Brandon Weeden, Barkevious Mingo, Justin Gilbert, Johnny Manziel, Danny Shelton e Cameron Erving também já saíram.

Comments
To Top