NFL

Cinco mentiras para a temporada 2019 da NFL

Chegamos ao dia 1º de abril e, com ele, vem a hora de contar mentiras para tirar sarro da cara dos amiguinhos (tão Dolly isso).

Aqui no Quinto Quarto, temos um compromisso com o jornalismo e a verdade (ainda que a gente erre feio algumas vezes). Contudo, é sempre legal entrar na brincadeira e que sabemos fazer entretenimento também. Somos uma espécie de Jim Carrey dos esportes americanos: até tentamos fazer coisas sérias (e até que fazemos bem), mas nosso DNA é da zoeira.

É por isso mesmo que tive a ideia de escrever esse texto enquanto estava no Uber de madrugada (não é brincadeira) voltando da missa.

Então, vou lhes apresentar cinco mentiras para a temporada 2019 da National Football League. Prometo acertar pelo menos duas delas, afinal preciso ser otimista. Mas podem me criticar no final do ano caso eu erre tudo. Mas sejam educados porque vocês moram na ala VIP do meu coração.

Oakland Raiders vai mudar da água para o vinho

O Oakland Raiders (disparado) foi um dos times que mais se movimentou na free agency. Foi tão movimentado que até pareceu o cozinheiro do Péricles em um dia normal de trabalho.

A grande bomba foi a chegada de Antonio Brown, que veio em troca fechada com o Pittsburgh Steelers. Mas, no mercado em si, o time de Jon Gruden ainda trouxe nomes como o running back Isaiah Crowell, o outside linebacker Brandon Marshall, o linebacker Vontaze Burfict, o wide receiver Tyrell Williams, o offensive tackle Trent Brown, o tight end Luke Willson, e os quarterbacks Mike Glennon e Landry Jones. E tem mais do que isso, contudo eu ficaria listando aqui por linhas e linhas.

Mas qual é a mentira? Nem todas essas movimentações tornarão os Raiders candidatos ao título de maneira imediata. O time ainda tem muitos buracos (os Colts passaram a faixa para os Raiders no uso dessa frase) e um Derek Carr que não empolga faz tempo. Isso sem falar que eu estou fazendo a pipoca já para ver Brown + Burfict no vestiário.

Jason Witten vai voltar à sua velha forma

Jason Witten ‘causou’ semanas atrás ao anunciar a sua volta da aposentadoria após ficar fora da temporada 2018. E estou vendo o astro do Dallas Cowboys retornar como salvador da po*%@ toda.

Mas, depois de passar um aninho curtindo a grana do INSS, acho mais provável que Witten tenha uma passagem bem mais ou menos nesta volta.

Antes que os fanáticos pelos Cowboys me metralhem por pensamento: Witten com toda certeza é um dos melhores tight ends da história da NFL e um cara que merece estar no Hall da Fama futuramente.

No entanto, vale lembrar, sua temporada 2017 foi modesta, com 63 recepções para 560 jardas e cinco touchdowns, piores números de jardas e recepções desde sua temporada de calouro em 2003.

Nick Foles vai provar de imediato que valeu o investimento dos Jaguars

Nick Foles chega ao Jacksonville Jaguars para ser titular absoluto e sob contrato que pode chegar a US$ 102 milhões. Sua experiência como titular na NFL? Teve apenas duas temporadas desde 2012 começando em, pelo menos, 10 partidas (2013 e 2015).

Isso é tão arriscado quanto chegar na porta de um boteco e gritar que todo mundo é corno.

Foles foi MVP do Super Bowl LII, é um cara clutch que cresce nos momentos decisivos, mas não necessariamente ele é a solução para os Jags. E, chegando sob um contrato desse, a franquia da Flórida coloca em negrito o nome do QB, sublinha e ainda coloca em itálico com fonte Comic Sans.

Cleveland Browns vai ser campeão do Super Bowl LIV

Odell Beckham Jr. foi (na minha singela opinião) uma BAITA contratação dos Browns, que investiram pesado em uma troca com o New York Giants para ter simplesmente um dos wide receivers mais sensacionais que a NFL já viu nos últimos cinco anos.

Além disso, os Browns trouxeram Sheldon Richardson, adquiriram Olivier Vernon em outra troca com os Giants e seguem se reforçando.

Muitas casas de apostas já estão cotando os Browns como favoritos ao título da AFC North e pode até ser que isso se prove verdade.

Mas, quando se trata dos Browns, eu prefiro esperar para ver e fico com três pés atrás (como diz meu amigo Miguel Amado). Ainda não vejo esse time com tanta bala na agulha (que fique bem claro o “ainda”) e os Browns são tão azarados que, se der uma chuva de Marina Ruy Barbosa, no colo deles cai a Jojo Todynho (PS: na versão alternativa, se der uma chuva de Tom Brady, no colo deles cai o Cássio).

Bônus: Philip Rivers não vai ter mais um filho

Dias atrás, o quarterback dos Los Angeles Chargers/reprodutor nato e sua esposa Tiffany trouxeram ao mundo o nono filho do casal: Anna Rivers.

Agora, são sete meninas (Halle, Sarah Catherine, Caroline, Grace, Rebecca, Clare e Anna) e dois meninos (Peter e Gunner).

Se não sair o décimo em 2020, teremos uma queda inesperada na economia da Califórnia.

Comments
To Top