NFL

Cincinnati Bengals demite o coordenador ofensivo Ken Zampese

Ken Zampese, ex-coordenador ofensivo do Cincinnati Bengals

(Crédito: Twitter/reprodução)

Andy Dalton pode até estar seguro, mas um início de temporada 2017 com duas derrotas em dois jogos em casa e nenhum touchdown marcado já fez uma cabeça rolar. O Cincinnati Bengals anunciou nesta sexta-feira (15) que demitiu o coordenador ofensivo Ken Zampese.

Os Bengals estão substituindo Zampese por Bill Lazor, treinador de quarterbacks da equipe que está sendo promovido de cargo.

A demissão se dá horas depois da derrota por 13 a 9 para o Houston Texans, no Thursday Night Football. No jogo, o ataque dos Bengals mais uma vez pareceu perdido e não conseguiu entrar na end zone uma vez sequer.

Esse revés, somado à derrota por 20 a 0 para o Baltimore Ravens na estreia, fez com que o Cincinnati Bengals se tornasse o primeiro time desde o Philadelphia Eagles de 1939 a atuar os primeiros dois jogos da temporada em casa e não marcar um TD sequer.

“Ken Zampese fez um trabalho tremendo para nós em meus 15 anos aqui, e eu tenho o maior respeito por Ken como pessoa e como treinador. Mas eu sinto que é melhor para o time de futebol americano dar uma nova vida ao ataque e é por isso que estou fazendo a mudança”, declarou o técnico Marvin Lewis, em comunicado oficial. “Bill Lazor tem grande experiência na liga e como coordenador, e sinto que Bill pode progredir nosso ataque da maneira que precisamos. Nós temos muito talento no ataque, e precisamos continuar trabalhando para tirar o máximo proveito do pessoal que temos”, completou o head coach.

Marvin Lewis admitiu que o time ficou definitivamente frustrado depois de marcar apenas nove pontos nos dois primeiros jogos. O wide receiver A.J. Green, um dos maiores astros do time, expressou sua decepção, particularmente depois de não ser acionado quando o time estava atrás no placar durante o último quarto contra os Texans.

“Eu não controlo a chamada de jogadas. Eu apenas vou lá e faço a jogada”, declarou o camisa 18.

É a primeira vez nos 50 anos de história do Cincinnati Bengals que um coordenador é demitido durante a temporada. Zampese, que estava na franquia há 15 temporadas, foi treinador de quarterbacks antes de ser promovido para coordenador ofensivo na temporada passada.

O ataque dos Bengals, em termos de pontos, caiu da sétima posição no geral em 2015, com Hue Jackson como coordenador, para a 24ª colocação na NFL na temporada passada.

Questionado se achava que o ataque dos Bengals estava ruindo nas últimas duas temporadas, Green frisou que a falta de pontos fala por si só.

“Não estamos pontuando. Se você olhar para isso, então sim, não estamos pontuando”, afirmou o wideout.

É a segunda temporada consecutiva da NFL em que um coordenador ofensivo é demitido após uma derrota no Thursday Night Football da semana 2. No ano passado, o Buffalo Bills mandou embora Greg Roman após uma derrota para o New York Jets.

Comments
To Top