NFL

Cincinnati Bengals demite o coordenador defensivo Teryl Austin

Teryl Austin, coordenador defensivo do Cincinnati Bengals

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Cincinnati Bengals demitiu o coordenador defensivo Teryl Austin nesta segunda-feira (12), um dia depois de ceder 51 pontos em derrota para o New Orleans Saints.

A informação foi apurada em primeira mão pela jornalista Josina Anderson, da ‘ESPN’ norte-americana.

Atualmente com 53 anos de idade, Austin estava em sua primeira temporada com o time e não mostrou um bom serviço com a defesa dos Bengals.

A defesa caiu para a última posição na NFL em quase todas as categorias defensivas e ainda está no caminho de atingir níveis péssimos historicamente.

O time está no ritmo de quebrar o recorde dos Saints de 2012 de maior quantidade de jardas cedidas em uma temporada e é também o primeiro time na era Super Bowl a ceder ao menos 500 jardas aos adversários em três jogos seguidos.

Os Bengals estavam sem vários titulares contra os Saints, mas ficou claro que New Orleans poderia ter marcado ainda mais do que 51 pontos de quisesse. Entretanto, o técnico Sean Payton tirou vários titulares no último quarto.

O head coach Marvin Lewis vai assumir as responsabilidades de coordenador defensivo dos Bengals, como apurou o jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’.

Esse é o segundo ano seguido em que os Bengals demitem um coordenador durante a temporada. Antes da temporada 2017, Cincinnati nunca tinha demitido um coordenador no meio de uma temporada em toda a história da franquia.

O Cincinnati Bengals demitiu o coordenador ofensivo Ken Zampese depois de apenas dois jogos na temporada passada. Na ocasião, vários jogadores, incluindo o wide receiver A.J. Green, pareceram frustrados por não conseguir marcar um TD sequer em das partidas.

Zampese estava no time desde 2003 como treinador de quarterbacks antes de ser promovido para coordenador ofensivo.

Comments
To Top