NFL

Chris Long: jogadores podem equilibrar ativismo social com a profissão

Chris Long, defensive end do Philadelphia Eagles

(Crédito: Instagram/reprodução)

O defensive end Chris Long, do Philadelphia Eagles, afirmou que ele e outros jogadores ao redor da National Football League, entre eles seu companheiro de equipe Malcolm Jenkins, demonstraram que jogadores podem ser ativos em relação aos problemas sociais sem prejudicar o trabalho dentro de campo.

“Alguém me perguntou: ‘isso prova que você pode se preocupar com seus compromissos fora de campo e efetivamente fazer o seu trabalho no campo?’. Eu acho que é um grande exemplo de como os jogadores podem administrar o tempo tão bem”, declarou Long em uma teleconferência nesta terça-feira (23) para falar a parceria da NFL com a Coalisão dos Jogadores para divulgar o trabalho dos atletas em relação à igualdade social e racial.

O Philadephia Eagles, que conseguiu uma vaga no Super Bowl LII, tem sido um dos times mais ativos em toda a NFL no quesito da justiça social.

O safety Malcolm Jenkins é o cofundador da Coalisão dos Jogadores, que fechou uma parceria com a liga para criar uma plataforma para ativismo social antes da semana 13 da temporada regular de 2017. Os proprietários de franquias se comprometeram a destinar US$ 89 milhões ao longo de um período de sete anos para o projeto, segundo os jornalistas Jim Trotter e Jason Reid, da ‘ESPN’ norte-americana.

A estrutura final da iniciativa inclui planos para conteúdo digital, espaços publicitários, apoio de mídias sociais e cartas individuais de jogadores e proprietários dizendo por que a justiça social é uma prioridade.

“Essa é uma pergunta que eu acho que seria respondida melhor pelos meus companheiros de equipe”, falou Jenkins, ao ser questionado se esta temporada provou que os esforços dos jogadores para resolver alguns dos problemas extracampo não foram uma distração. “É fácil para mim dizer que não é uma distração, mas, obviamente, não prejudicou nada do que fizemos no campo. Não há nada que diga que você não pode ser ativo, amar a comunidade e lutar por sua comunidade e não fazer o seu trabalho”, completou.

Comments
To Top