NFL

Chris Cooley: “ninguém nos Redskins gostava de Robert Griffin III”; ex-companheiros defendem o quarterback

Crédito: Twitter/ Reprodução

Crédito: Twitter/ Reprodução

A era Robert Griffin III chegou ao fim em Washington, porém o assunto ainda está rendendo na imprensa americana, e parece que todo mundo quer dar um pitaco sobre o fracassado projeto.

Quem soltou o verbo agora foi o tight end do time durante o tempo de RGIII lá, Chris Cooley. O jogador não mediu as palavras, e falou tudo o que tinha na cabeça sobre aquela época, a começar pela relação do quarterback selecionado na primeira rodada e o atual, Kirk Cousins, selecionado na quarta rodada do mesmo draft que RGIII.

“Muita gente lá odiou aquela escolha de quarta rodada; e acho que ninguém odiou mais aquilo do que RGIII,” disse Cooley. “Robert nunca quis ser amigo de Kirk Cousins. Eles nunca sairam juntos, nunca passaram tempo, suas famílias nunca se encontraram. Nunca foi um bom relacionamento.”

“Eu acho que Robert nunca quis uma boa relação. Acho que ficou problemático nos últimos dois anos, quando Rex Grossman, um cara que eu sou próximo, disse ‘é estranho aqui. há uma situação ruim aqui, os caras não se gostam.'”

O ex-tight end não parou por ai, e também falou dos sentimentos da linha ofensiva para com RGIII. Segundo ele, os jogadores de linha não gostavam do jogador porque acabavam sendo considerados ruins por não conseguir proteger o frágil quarterback.

“A linha ofensiva não gostava de Robert Griffin também. Eles tinham um problema com Robert porque foram considerados, por dois anos uma linha ofensiva ruim que não conseguia proteger seu quarterback. Muito disso não é verdade. Muito do problema era Robert. Pior, ele nunca assumiu a responsabilidade por tudo aqui. Ele deixava a linha ofensiva ficar com a culpa. Eles odeiam isso, cara.”

Acha que parou por ai? Cooley continuou soltando cobras e lagartos, e disse que os recebedores dos Redskins também não gostavam de RGIII.

“Os recebedores não gostavam de jogar com Robert porque eles não recebiam as bolas,” disse o jogador, que também era um dos principais recebedores da equipe na época. “Nunca era consistente, então eles não gostavam de Robert. Ele tinha sim amigos, mas havia muitos caras no time que pensavam que ele não beneficiava o time.”

É claro que a entrevista do tight end caiu como uma bomba em Washington, e alguns ex-companheiros de Griffin foram as redes sociais defender o quarterback.

Brian Orakpo, linebacker e um dos líderes da equipes nos últimos dez anos, criticou Cooley, dizendo que iria bater nele na próxima vez que os dois se encontrassem.

“Tirem esse lixo do Chris Cooley da rádio e tv por favor… não se preocupem, ainda tenho uma propriedade na Virgínia e quando ver ele vou dar uns bons tabefes nele.”

Outro que também tomou o twitter para critica Cooley foi o atual tight end da equipe, Niles Paul, que disse que não se pode sair falando “merda” de jogadores que você já atuou no mesmo time e chamá-los de companheiros.

“Você não pode ficar cagando nas pessoas com quem você trabalhou e chamou de companheiros de equipe.”

A discussão da passagem de RGIII parece que ainda vai demorar para ser digerida na capital americana, mas o que fica claro é que o vestiário dos Redskins esteve rachado durante toda a passagem do jogador.

Comments
To Top