NFL

Chip Kelly diz que não descartaria nenhuma oferta de trabalho; veja as manchetes da quarta-feira

Chip Kelly, ex-técnico do San Francisco 49ers

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O San Francisco 49ers demitiu Chip Kelly e agora o treinador está livre no mercado. Com isso, Kelly não está descartando nenhuma alternativa, incluindo voltar para a faculdade. “Eu avalio todos os trabalhos individualmente”, disse ele. “Eu não descartaria nada”.

Além disso, foi reportado que Bill Belichick, treinador do New England Patriots, convidou Kelly para passar um tempo com ele após a passagem de Kelly nos Eagles, contudo o ex-treinador dos Niners rejeitou a oferta porque queria voltar a ser head coach.

– Calvin Johnson se aposentou na temporada passada, mas o wide receiver continuou vendo os jogos do Detroit Lions e notou mudanças.

“Tudo o que eu via é que os Lions não estavam sofrendo turnovers e Mattew (Stafford) estava tendo bons ratings e coisas assim. O ataque podia não estar movendo muito a bola, mas ele estava gerenciando o jogo”.

– O Chicago Bears optou por manter o head coach John Fox e o general manager Ryan Pace e o time de Illinois já sabe como irá tratar a situação do seu quarterback e de Jay Cutler.

“Há um monte de conversas francas para acontecer, muita transparência e honestidade”, disse Pace. “Algumas coisas eu gostaria de manter entre nós, mas eu acho que, uma vez que tomamos uma decisão como uma organização, o que quer que seja, ele (Cutler) será o primeiro a saber”.

– Kyle Shanahan, coordenador ofensivo do Atlanta Falcons, é a bola da vez quando se fala em candidato para ser treinador e, segundo Mike Garofolo – da ‘NFL Newtwork’ –, Shanahan está interessado em ir para o Denver Broncos, equipe que o seu pai treinou.

– Bill O’Brien, head coach do Houston Texans, minimizou a discussão que ele teve com o quarterback Brock Osweiler no intervalo da derrota por 24 a 17 para o Tennessee Titans.

“Olha, eu acho que é um jogo intenso”, disse ele. “É futebol americano, você tem gente competitiva, apaixonada pela equipe, por vencer e, especialmente, a relação head coach e quarterback”.

– Tyreek Hill, do Kansas City Chiefs, retornou para touchdown um punt na semana 17 e isso custou US$ 100 mil a Marcus Sherels, punt retuerner dos Vikings. Isso porque, com o retorno de Hill, Sherels ficou na segunda colocação entre os jogadores com mais punts retornados para touchdown e o contrato do atleta do time de Minnesota previa um bônus de US$ 100 mil para o caso dele liderar a liga no quesito.

– Ao falar sobre Tyreek Hill, o treinador Andy Reid comparou o seu jogador a DeSean Jackson – wide receiver do Washington Redskins. “Eu tive DeSean Jackson e ele é parecido”, disse Reid, que também falou da velocidade de Hill.

– Matt Ryan, quarterback dos Falcons, disse que não existe essa história de pressão da torcida. “Eu acho que é uma das coisas que aprendi”, disse ele. “Toda a pressão extracurricular, o ruído que as pessoas falam, não faz diferença. O que faz diferença é o quão bem nós jogamos.

– Brett Favre, ex-quarterback do Green Bay Packers, disse que, para ele, Matt Ryan merece vencer o prêmio de MVP nessa temporada. “Eu acho que ele é esquecido. Ele merece? Absolutamente”, disse ele.

– Solomon Thomas, defensive end de Stanford, pretende aplicar para ter elegibilidade para o draft de 2017.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top