NFL

Chargers retiram oferta de contrato do calouro Joey Bosa

Crédito: Instagram/reprodução

Crédito: Instagram/reprodução

O San Diego Chargers anunciou que retirou a sua oferta para o defensive end Joey Bosa depois da escolha de primeira rodada ter recusado a aceitar a “melhor oferta” da equipe na quarta-feira. A ação poderá significar que Bosa irá ser reserva em um futuro próximo.

O acordo ainda não foi concluído porque as duas partes ainda descordam de alguns pontos. Confira alguns pontos do contrato que os Chargers disserem, em um comunicado, que ofereceram:

– Um pagamento de um bônus por assinatura inicial que é maior do que qualquer outro calouro recebeu nos últimos dois anos de drafts;

– Receber mais do que qualquer outro calouro da classe deste ano, com exceção de Carson Wentz, quarterback do Philadelphia Eagles;

– O “maior pagamento e o maior percentual de bônus de assinatura recebido no primeiro ano” do que qualquer outra escolha de primeira rodada dos Chargers desde o acordo coletivo da NFL de 2011.

Os Chargers informaram que Bosa, terceira escolha geral do draft de 2016, rejeitou a oferta nesta quarta-feira.

De acordo com uma fonte familiar à negociação, a franquia de San Diego se ofereceu a pagar 85% dos US$ 17 milhões de bônus de assinatura após Bosa assinar o contrato e o restante no novo ano civil da liga após março. O jogador ainda quer receber todo o dinheiro até o final deste ano.

“O acordo que oferecemos era para Joey contribuir em todos os 16 jogos e mais (no caso dos playoffs). A chance de Joey contribuir durante toda a sua temporada de calouro está comprometida pelo valioso tempo que ele perdeu com os treinadores e companheiros de equipe”, disse a equipe em comunicado.

“Desde que Joey não se apresentou até o momento, a sua capacidade de produzir não apenas no início da temporada, mas ao longo da temporada inteira, foi impactada negativamente”.

Bosa é a única escolha de primeira rodada do draft de 2016 a não ter assinado um contrato.

Comments
To Top