NFL

Los Angeles Chargers coloca Derwin James na injured reserve; veja mais movimentações na NFL

Derwin James, safety do Los Angeles Chargers

O Los Angeles Chargers está colocando o safety Derwin James na injured reserve antes da semana 1 da temporada regular de 2019, como anunciou a franquia em uma nota oficial divulgada nesta quinta-feira (22).

O defensive back passou por uma cirurgia bem-sucedida em seu pé nesta quinta para corrigir uma fratura por estresse no quinto metatarso, como acrescentaram os Chargers. O procedimento foi realizado pelo especialista Dr. Robert Anderson, em Green Bay, Wisconsin.

Foi noticiado no último final de semana que James, um dos principais jogadores de secundária dos Chargers, teria que passar por cirurgia em seu pé lesionado e ia perder cerca de três meses de atividades.

Essa projeção coloca o retorno do jogador em meados de novembro. Lembrando que um jogador colocado na IR para iniciar a temporada só pode ser ativado depois da semana 8 da temporada regular, quando a equipe pode designar até dois atletas para saírem da injured reserve e voltarem ao elenco ativo.

Dependendo de quando James puder voltar, o primeiro jogo do qual ele poderia participar seria na semana 9, contra o Green Bay Packers, no dia 3 de novembro.

O L.A. Chargers selecionou James com a 17ª escolha geral do draft de 2018 e, imediatamente, ele se tornou uma âncora defensiva do time.

Em sua primeira temporada na NFL, ele somou 105 tackles, três interceptações, 13 passes defendidos e 3,5 sacks, sendo selecionado tanto para o Pro Bowl quanto para o time All-Pro.

Ao ser selecionado como All-Pro, ele se tornou um de apenas oito defensores calouros a receberem tal honraria desde 1970, ano da fusão da NFL com a AFL, segundo o NFL Research.

Em outra notícia do DM dos Chargers, o safety Nasir Adderley retornou aos treinos nesta quinta. O técnico Anthony Lynn disse que espera que Adderley atue na semana que vem, no último jogo do time na pré-temporada.

“Bom vê-lo de volta hoje. Ele fez algumas jogadas. Estamos trabalhando devagar com ele, contudo”, observou.

Confira mais notícias de lesões e transações na NFL nesta quinta (22):

– O quarterback Cam Newton, do Carolina Panthers, que fez seu retorno aos campos depois de se recuperar de lesão no ombro, lesionou o tornozelo contra o New England Patriots, na noite desta quinta. O signal caller machucou a região do pé esquerdo ao sofrer um sack no primeiro quarto da derrota por 10 a 3.

A equipe médica do time examinou o pé de Newton na lateral. Posteriormente, o MVP da NFL em 2015 foi ao vestiário e não voltou ao jogo.

Uma fonte disse ao jornalista David Newton, da ‘ESPN’ norte-americana, que o diagnóstico inicial foi de entorse no tornozelo. O QB saiu do estádio com uma bota protetora e passar por mais exames nesta sexta.

“Estamos esperando que não seja tão ruim. Vamos descobrir mais amanhã. Mas espero que não seja tão ruim”, falou o general manager Marty Hurney.

Atualmente com 30 anos, Cam Newton passou por cirurgia no tornozelo esquerdo em março de 2014.

– No Washington Redskins, o tight end Jordan Reed saiu para ser avaliado com suspeita de concussão e não voltou para o restante do jogo desta quinta contra o Atlanta Falcons. Reed saiu de campo com uma recepção para 10 jardas.

– No Green Bay Packers, o linebacker calouro Rashan Gary saiu do jogo contra o Oakland Raiders no segundo quarto com uma lesão aparente. O defensor foi ao chão pela segunda vez no jogo e foi atendido pela equipe médica dos Packers. O LB saiu mancando de campo, mas então foi levado de carrinho para o vestiário.

Após o jogo, Gary publicou uma mensagem no Instagram dizendo: “estou bem, obrigado pelas orações e preocupações”.

Já o wide receiver Equanimeous St. Brown saiu da partida na primeira metade com uma aparente lesão na perna esquerda, sofrida depois de uma forte pancada. Após a partida, ele estava usando muletas e usava uma bota protetora no pé.

– O quarterback Drew Lock, calouro do Denver Broncos, disse nesta quinta que não sabe quando será capaz de lançar uma bola de futebol americano novamente, e o técnico Vic Fangio afirmou que há a possibilidade de o signal caller abrir a temporada na injured reserve.

Lock sofreu uma entorse severa no polegar direito (sua mão de lançamento) no começo do terceiro quarto da partida contra o San Francisco 49ers, na última segunda, válida pela semana 2 da pré-temporada. O QB passou por uma ressonância magnética na terça e a entorse foi confirmada. Não houve fratura.

Lock não vai jogar nem treinar no restante da pré-temporada e será limitado a trabalhos de condicionamento físico.

“Obviamente, porque é a mão de lançamento e o polegar, isso é uma lesão muito séria para um quarterback. Levará algum tempo até sabermos exatamente como ele está e quanto tempo ele vai ficar fora”, frisou Fangio.

Fangio também anunciou nesta quinta que a franquia do Colorado vai utilizar Kevin Hogan como quarterback titular na partida de sábado contra o Los Angeles Rams, pela semana 3 da pré-temporada. O head coach observou que é provável que os Broncos não utilizem nenhum titular neste confronto.

– Uma troca jogador por jogador, rara na NFL, ocorreu nesta quinta. O Arizona Cardinals mandou o safety Rudy Ford para o Philadelphia Eagles e recebeu o defensive tackle Bruce Hector.

As duas equipes confirmaram a negociação.

Ford, selecionado na sexta rodada do draft de 2017, conquistou uma vaga no elenco dos Cards e lá permaneceu como safety reserva. O jogador de 24 anos de idade foi titular em um jogo de Arizona no ano passado e chega para reforçar uma secundária dos Eagles que foi dizimada por lesões.

Já Hector, também com 24 anos, assinou com os Eagles como free agent não draftado em 2018 e conquistou uma vaga no elenco de treinamento (practice squad). Ele foi promovido ao elenco ativo no meio da temporada passada e entrou em campo em oito jogos. Nos Cardinals, ele chega para compor um front defensivo que perdeu o defensive tackle titular Darius Philon, cortado no último dia 10 após ser preso.

– Segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, o New York Jets estava testando o wide receiver Quincy Abeboyejo, ex-Baltimore Ravens. Pouco depois, a franquia anunciou a contratação do wideout e a dispensa do também wide receiver J.J. Jones.

– O Indianapolis Colts fechou com o defensive tackle Johnny Robinson, como anunciou o time. Em decisão correspondente, a franquia dispensou o running back James Williams.

– No San Francisco 49ers, o safety Jimmie Ward foi liberado para treinos coletivos e contato, segundo o técnico Kyle Shanahan. O veterano de seis anos de experiência na NFL se recuperou completamente de uma fratura na clavícula sofrida em maio.

Também nos Niners, o tight end George Kittle foi mais um a voltar às atividades, depois de ficar afastado na semana passada devido a uma rigidez na panturrilha.

Shanahan ainda revelou que o quarterback Jimmy Garoppolo deve atuar na primeira metade do jogo de sábado contra o Kansas City Chiefs, válido pela semana 3 da pré-temporada. Curiosamente, foi lá no Arrowhead Stadium, casa dos Chiefs, onde o QB rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho em setembro do ano passado, lesão que o tirou de todo o restante da temporada 2018.

– No New England Patriots, o tight end Ben Watson saiu durante a vitória por 10 a 3 sobre o Carolina Panthers depois de tomar uma pancada dada pelo defensive back Eric Reid. A jogada gerou uma falta e encerrou mais cedo a noite do TE. Aparentemente, a lesão foi na cabeça.

Também nos Pats, o special teamer Brandon King foi removido de campo com uma contusão na perna esquerda. Já o running back calouro Damien Harris sofreu uma lesão aparente e não voltou.

– No Atlanta Falcons, o defensive tackle Ra’Shede Hageman saiu do jogo desta quinta contra o Washington Redskins com uma lesão no pescoço e não voltou.

– No Jacksonville Jaguars, o wide receiver D.J. Chark Jr. saiu do jogo contra o Miami Dolphins com uma concussão e o também recebedor Terrelle Pryor lesionou o músculo posterior da coxa.

Comments
To Top