NFL

CEO do Kansas City Chiefs não quis trocar Alex Smith com o Denver Broncos

Alex Smith, quarterback da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

Não é novidade para ninguém que o Denver Broncos está desesperado por um quarterback titular. E, precisando de um signal caller de confiança, um dos nomes que vieram à tona como potencial alvo foi o de Alex Smith.

Quem acabou ficando com Smith foi o Washington Redskins, que fechou uma troca com o Kansas City Chiefs e venceu a concorrência de times como o Cleveland Browns e Arizona Cardinals. Porém, o que acabamos de descobrir é que os Broncos não eram concorrentes fortes para ficar com Smith e o motivo é simples: rivalidade.

Em conversa recente com o jornalista Mike Klis, do ‘KUSA’, em Denver, Clark Hunt, proprietário e CEO dos Chiefs, deu a entender fortemente que sua franquia não estava disposta a ceder o quarterback para o Denver Broncos, que é rival da divisão AFC West.

“Eu acho que é bastante típico da NFL não buscar trocas dentro da divisão”, explicou Hunt, no último sábado. “Esse é um costume muito normal, especialmente quando falamos de um jogador de alto nível”, completou o executivo.

Como nota Chris Wesseling, do ‘NFL.com’, há algumas opiniões divergentes em relação a esse tema.

Por exemplo, depois que Tom Brady levou o New England Patriots ao primeiro dos oito Super Bowls disputados pela franquia desde 2000, o técnico Bill Belichick trocou o quarterback Drew Bledsoe com o Buffalo Bills, rival de divisão, obtendo uma escolha de primeira rodada de draft como compensação.

Contudo, o normal na National Football League é pensar como Hunt e não ceder um bom jogador seu a um rival de divisão, diminuindo assim suas chances de ter sucesso contra o concorrente em uma liga tão disputada.

Obviamente que tudo depende do jogador, do rival em si e da compensação. Porém, ao que parece, Clark Hunt está convencido de que os Broncos precisam apenas de um bom quarterback para voltarem a dominar na AFC West e complicarem a vida dos Chiefs.

Assim sendo, nada de Alex Smith no Colorado. Porém, o general manager John Elway agora terá a chance de buscar Kirk Cousins no mercado e o QB, que está de saída dos Redskins, tem tantas armas quanto Smith para mudar o ataque de Denver da água para o vinho.

Comments
To Top