NFL

Caso envolvendo Gareon Conley será encaminhado para grande júri

Gareon Conley, cornerback do Oakland Raiders

(Crédito: Instagram/reprodução)

As descobertas feitas pela polícia de Cleveland na investigação de um caso de suposto estupro envolvendo Gareon Conley, cornerback calouro do Oakland Raiders, foram encaminhadas para um grande júri para confirmar se as acusações serão formalizadas ou não.

A informação foi confirmada pela polícia ao jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, nesta segunda-feira (31).

Uma mulher acusou Conley de tê-la estuprado em um hotel no centro de Cleveland, no dia 9 de abril. O atleta não foi preso ou acusado formalmente pelo caso e, desde então, ele negou veementemente as acusações.

Entrevistado pela polícia em maio, Conley disse que teve um encontro sexual consensual com a mulher que o acusou de estupro e negou que a agrediu. Kevin Spellacy, advogado do atleta, disse ao jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, que seu cliente cooperou “100%” com a investigação.

Reggie McKenzie, general manager dos Raiders, afirmou um dia depois de a franquia selecionar Conley no draft que estava confortável com a decisão.

Os desdobramentos do caso se dão três dias depois que o jogador selecionado na primeira rodada do draft de 2017 assinou seu contrato de calouro com a franquia californiana.

Vale lembrar que Gareon Conley não está sujeito à punição com base na política de conduta pessoal da NFL porque o incidente ocorreu antes do draft e, portanto, ele ainda não era jogador da liga.

Comments
To Top