NFL

Case Keenum garante que ainda não pensou muito sobre a free agency

Case Keenum, quarterback do Minnesota Vikings

(Crédito: Twitter/reprodução)

Case Keenum teve uma temporada 2017 que foi a melhor de sua carreira profissional. Mesmo assim, o campeonato terminou com a frustrante eliminação do seu Minnesota Vikings para o Philadelphia Eagles, na final da Conferência Nacional (NFC).

Agora, logo depois do baque, o quarterback já começou a ser questionado sobre seu futuro.

Com o contrato chegando ao fim, o camisa 7 está prestes a se tornar free agent e ele pode até respirar novos ares em 2018, com a permanência nos Vikings também sendo uma possibilidade bem palpável.

Porém, o que será que o QB de 29 anos de idade acha que vai acontecer?

“Sim, eu realmente não pensei demais sobre isso. Eu amo esse time. Amo esses caras. Amo a comissão técnica. Amo toda esta organização. Os Wilfs (proprietários do time) são incríveis”, declarou Keenum, ao ser questionado sobre os planos para 2018 e além. “No dia em que assinei contrato, recebi uma ligação do proprietário – e eles não precisam fazer isso. Isso é realmente legal. E, de cima para baixo, isso se estende, a atitude e o caráter, e simplesmente a cultura que eles têm por aqui é incrível”, observou.

Mesmo com uma temporada bastante positiva individualmente, com 67,6% dos passes completados para 3.547 jardas, 22 touchdowns e sete interceptações em 15 jogos com a camisa dos Vikings, Keenum não tem garantia alguma de que seguirá na franquia de Minneapolis.

E o gosto amargo da eliminação da noite do último domingo vai permanecer por algum tempo.

“Machuca. Como eu disse na noite passada, vai levar um tempo para processar. Houve um pouco mais de perspectiva nesta manhã, após pensar sobre isso, sem dormir muito. Eu assisti a gravação e ainda é uma mer**”, frisou.

É normal que o time tenha uma certa desconfiança em relação a oferecer um contrato com muito dinheiro para Keenum, que não tem um histórico de sucesso antes de 2017, após passagens pro Houston Texan (2013 e 2015) e St. Louis/Los Angeles Rams (2015 e 2016).

Além de tudo, Sam Bradford e Teddy Bridgewater, outros dois QBs dos Vikings, também vão se tornar free agents em março, o que complica ainda mais toda a definição da posição de quarterback para a próxima temporada.

Keenum, que iniciou a temporada como reserva do titular inquestionável Sam Bradford, precisou entrar em campo na semana 2, após uma lesão no joelho de Bradford, sofrida na semana 1, e foi uma grande surpresa como titular, mantendo o posto durante o restante do campeonato.

E com o futuro incerto neste momento, Keenum só quer descansar um pouco agora.

“No momento, não há prioridades – é descansar, recarregar”, falou o QB, ao ser questionado sobre o que é importante para ele nas próximas semanas. “Tirar algum tempo afastado e curtir com minha família, e vamos atravessar estas estradas (da free agency) quando chegarmos lá”, finalizou Keenum.

Comments
To Top