NFL

Carson Wentz sobre voltar na semana 1: “esse ainda é o objetivo”

Carson Wentz, quarterback do Philadelphia Eagles

(Crédito: Twitter/reprodução)

Faz apenas pouco mais de quatro meses desde que o quarterback Carson Wentz sofreu rupturas no ligamento cruzado anterior e no ligamento colateral lateral do joelho esquerdo. A previsão de recuperação da grave lesão gira em torno de um período de nove a 12 meses.

Apesar disso, o astro do Philadelphia Eagles espera voltar a defender os atuais campeões do Super Bowl já no começo de dezembro, quando a equipe estreia na temporada 2018 da National Football League.

“Sim, esse ainda é o objetivo”, declarou Wentz nesta terça-feira (17), ao ser questionado sobre estar pronto na semana 1 da próxima temporada.

Wentz disse que está iniciando a fase de “corrida progressiva” de sua reabilitação, mas o quarterback preferiu não traçar uma previsão sobre quando voltará a estar 100%.

“É um processo tão fluido, é tão difícil colocar um cronograma e um prazo nessas coisas. Eu gostaria de saber também, mas as coisas estão indo bem, e estou feliz com o estágio em que estou”, afirmou o camisa 11.

O signal caller de 25 anos de idade rompeu os ligamentos no dia 10 de dezembro, durante uma vitória por 43 a 35 sobre o Los Angeles Rams, e viu uma temporada excelente terminar precocemente.

Wentz então teve que assistir seus companheiros de equipe vencerem o Super Bowl LII sobre o New England Patriots e seu reserva e amigo Nick Foles ser eleito o MVP da grande decisão.

O titular dos Eagles reconheceu que foi “um desafio” assistir o Super Bowl da lateral do campo, chamando a experiência de uma lição de humildade e fé durante sua conversa com a imprensa nesta terça, abrindo as atividades de offseason da franquia.

Ele frisa, contudo, que seu ótimo relacionamento com Foles ajudou a aliviar a dor e também deve tornar a situação menos estranha para ele voltar a ser titular dos Eagles em 2018.

“Você tem que lutar contra isso”, falou Wentz, referindo-se a qualquer tipo de ciúmes de ver Foles tendo sucesso em seu lugar. “É da natureza humana querer estar naquele pódio e ser aquele cara. Você cresce querendo fazer isso quando criança, mas não podendo estar lá em cima, eu não preferiria que alguém estivesse lá mais do que Nick”, pontuou.

Agora, ele está ansioso para estar pronto para a temporada regular de 2018 e ele observou que atuar na pré-temporada, em agosto, não é uma exigência para que ele esteja pronto para a estreia do time na temporada.

E mesmo com o objetivo de voltar aos campos na semana 1, Wentz não vai voltar a jogar antes de seu corpo estar completamente pronto.

“Eu só vou manter o curso; vocês já viram as histórias de horror de pessoas voltando cedo demais (…) por isso posso garantir que serei inteligente em relação a isso”, finalizou o quarterback.

Comments
To Top