NFL

Carolina Panthers deve ser investigado após retorno rápido de Cam Newton

Cam Newton, quarterback do Carolina Panthers

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Carolina Panthers não deve escapar de uma análise minuciosa por parte da National Football League e a NFL Players Association (NFLPA) depois de rapidamente liberar o quarterback Cam Newton para voltar ao jogo deste domingo (7) contra o New Orleans Saints.

O episódio se deu menos de duas semanas depois de a liga exigir um teste mais extensivo de concussão para jogadores que demonstrarem sintomas óbvios de um trauma do tipo, como foi o caso de Newton.

Oficiais da NFL já entraram em contato com a equipe médica dos Panthers para questionar por que Newton não foi levado ao vestiário para ser examinado. A liga e o time não vão comentar até que a investigação seja completada.

O signal caller dos Panthers demorou para se levantar do gramado quando o defensive tackle David Onyemata, dos Saints, o atingiu com 8min26s remanescentes na derrota de Carolina por 31 a 26.

Newton foi substituído pelo quarterback reserva Derek Anderson e, enquanto ele se movia em direção à linha lateral, o camisa 1 foi ao chão e apareceu apontando para seu olho direito.

O técnico Ron Rivera, do Carolina Panthers, disse após a partida que Newton tomou uma cutucada no olho.

Apesar disso, a NFL anunciou no dia 29 de dezembro, em sua revisão da política de concussão, que iria “exigir uma avaliação de concussão no vestiário para todos os jogadores que demonstrarem instabilidade vertical grosseira ou sustentada (por exemplo, tropeçando ou caindo no chão ao tentar ficar em pé)”.

Esses sintomas ficaram manifestos nas ações de Newton, mas os Panthers jamais levaram o signal caller para o vestiário.

A franquia da Carolina do Norte apenas disse que o QB foi examinado com suspeita de concussão na tenda médica localizada na lateral do campo e foi liberado para retornar.

Newton voltou ao jogo na campanha ofensiva seguinte dos Panthers e lançou um passe para touchdown de 56 jardas de Christian McCaffrey na terceira jogada após seu retorno ao gramado.

Cam Newton conversou com a imprensa depois do confronto e afirmou que a lesão foi no olho.

“Eu sei que são coisas de precaução por uma concussão, mas não foi uma pancada na cabeça, foi meu olho. Meu capacete desceu o suficiente sobre minha pálpebra e foi pressionado pelo estômago do jogador, creio eu. Eu pensei que alguém estava enfiando o dedo no meu olho, mas tenho minha viseira, de modo que não poderia acontecer”, observou.

Desde o começo da temporada 2017, a NFL e a NFLPA conduziram pelo menos duas investigações relacionadas a potenciais violações do protocolo de concussão.

O Seattle Seahawks foi multado em US$ 100 mil por falhar ao examinar minuciosamente o quarterback Russell Wilson, depois que ele foi removido de campo na semana 10, em duelo contra o Arizona Cardinals.

Mais recentemente, a liga não encontrou nenhuma violação, mas anunciou suas revisões no protocolo depois da decisão do Houston Texans de mandar o quarterback Tom Savage de volta ao gramado após ele demonstrar sintomas óbvios de concussão no campo, inclusive ficando caído de maneira estranha após a pancada.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top