NFL

Calvin Johnson admite que não via Super Bowl no futuro do Detroit Lions

Calvin Johnson, ex-wide receiver do Detroit Lions

(Crédito: Twitter/reprodução)

A aposentadoria de Calvin Johnson do futebol americano, após a temporada 2015, foi motivada em grande parte pelos problemas físicos que ele teve ao longo de sua trajetória na National Football League. Porém, o ex-wide receiver admitiu agora que a falta de perspectivas de títulos do Detroit Lions também pesou bastante em sua decisão.

Falando com a imprensa italiana na semana passada, durante o Italian Bowl XXXVII, o Megatron falou sobre esse assunto e também foi questionado pelos jornalistas se ele pensou em trocar de time.

“Quero dizer, eu pensei sobre isso. Assim como no basquete, vocês sabem, pessoal, eles criam esses super times. Mas não é assim no futebol americano, onde eu tinha a liberdade de apenas ir”, falou, segundo o ‘Detroit News’. “Eu estava preso no meu contrato com o Detroit Lions e eles me disseram que não me liberariam do contrato, então eu teria que voltar para eles. Eu não via a chance de eles ganharem um Super Bowl no momento, e pelo trabalho que eu estava fazendo, não valia a pena usar o meu tempo para continuar batendo a cabeça contra a parede (…) e não indo a lugar nenhum”, prosseguiu.

O ex-wide receiver não parou por aí em sua explicação.

“É a definição de insanidade”, Johnson acrescentou, rindo. “Esse é o objetivo de todo mundo, quando eles vêm para a liga, é vencer um Super Bowl. Esse é o objetivo final. (…) Eu queria vencê-lo, e como eu disse, só não vi essa oportunidade (com os Lions)”, completou.

Questionado se o histórico de derrotas do Detroit Lions também foi uma razão para ele ter se aposentado, Megatron não recuou: “sim, e o corpo”.

Não é novidade que Calvin Johnson ficou frustrado com a falta de vitórias em seus tempos de Detroit Lions e vários torcedores da franquia de Michigan sabem que as campanhas ruins, incluindo uma de 0-16 na temporada 2008, pesaram sim na decisão de Megatron de pendurar as chuteiras com apenas 30 anos de idade.

A falta de um título de Super Bowl acaba deixando um gosto amargo na carreira de um jogador que, individualmente, foi brilhante e um dos maiores recebedores da história da liga. Selecionado na primeira rodada do draft de 2007 pelos Lions, com a segunda escolha geral, Calvin Johnson fez 731 recepções para 11.619 jardas e 83 touchdowns em 135 partidas de temporadas regulares disputadas na carreira.

Ele teve, inclusive, uma temporada histórica em 2012, quando fez 122 recepções para 1.964 jardas, sendo essa a maior marca de jardas recebidas em uma temporada na história da National Football League.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top