NFL

Bucs estão fechando com Suh e Veldheer se aposenta; veja mais transações

Ndamukong Suh, defensive tackle da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O defensive tackle Ndamukong Suh e o Tampa Bay Buccaneers estão finalizando um contrato de um ano de duração. A informação foi confirmada nesta terça-feira (21) pelos jornalistas Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

Suh está chegando para substituir Gerald McCoy, que foi dispensado pela franquia da Flórida nesta última segunda. Curiosamente, Suh (segunda geral) e McCoy (terceira geral) foram selecionados com escolhas consecutivas na primeira rodada do draft de 2010.

Segundo uma fonte disse a Schefter, Suh estava interessado em jogar para Todd Bowles, novo coordenador defensivo dos Bucs.

Bruce Arians, head coach do Tampa Bay Buccaneers, foi questionado sobre Suh mais cedo nesta terça e desconversou: “eu não posso falar sobre ele. Não está no meu time”.

Após ser lembrado que Suh é um free agent e, portanto, é possível falar sobre ele sem medo de ser punido por aliciamento, Arians observou: “ele é um baita de um jogador, então vamos ver”.

O Los Angeles Rams contratou Suh sob contrato de um ano, com valor de US$ 14 milhões, em março do ano passado, depois de ele ser dispensado pelo Miami Dolphins. Suh escolheu os Rams em meio a vários interessados em seus serviços, incluindo New Orleans Saints, Tennessee Titans e Oakland Raiders, e justificou sua decisão, em parte, pela capacidade de os Rams irem longe nos playoffs de maneira imediata.

Jogando ao lado de Aaron Donald, duas vezes eleito o Jogador Defensivo do Ano da NFL, Suh não teve um impacto significativo antes da pós-temporada. Na temporada regular de 2018, ele somou 4,5 sacks, quatro passes desviados e dois fumbles recuperados.

Contudo, nos playoffs, o defensive tackle ajudou a parar o running back Ezekiel Elliott na vitória sobre o Dallas Cowboys, na rodada de divisão, e também teve grande atuação na vitória sobre o New Orleans Saints, na final da Conferência Nacional (NFC), quando somou 1,5 sacks e quatro tackles.

Atualmente com 32 anos de idade, Suh foi selecionado pelo Detroit Lions no draft de 2010 e lá jogou por cinco temporadas, sendo selecionado quatro vezes ao Pro Bowl e três vezes para o time All-Pro.

Em 2015, ele assinou um contrato de seis anos, com valor de US$ 114 milhões, com o Miami Dolphins e se tornou o defensive tackle mais bem pago da história da NFL. Entretanto, em três temporadas na organização, ele somou apenas 15,5 sacks e dois fumbles forçados.

Em sua carreira profissional, Ndamukong Suh soma 56 sacks e, em nove temporadas, ele perdeu apenas dois jogos como titular, ambos em 2011, quando a NFL o suspendeu por conduta inapropriada dentro de campo.

Confira mais movimentações na NFL nesta terça (21):

– O offensive tackle veterano Jared Veldheer, que havia assinado um contrato de um ano de duração com o New England Patriots no dia 13 de maio, foi colocado na lista de reservas/aposentados nesta terça, depois de informar ao time que pretende se aposentar do futebol americano profissional.

Atualmente com 31 anos, Veldheer havia participado das OTAs (organized team activities) dos Pats na segunda, de acordo com um vídeo postado no site oficial da franquia. Ele havia chegado para adicionar experiência ao grupo da linha ofensiva e para jogar como reserva do left tackle titular Isaiah Wynn, que está voltando de ruptura no tendão de Aquiles.

A menos que ele mude de ideia, Veldheer vai concluir sua carreira com 118 jogos de temporada regular disputados, sendo 113 como titular.

Ele entrou na NFL ao ser selecionado na terceira rodada do draft pelo Oakland Raiders em 2010 e lá ele atuou até 2013, antes de ter passagens por Arizona Cardinals (2014 a 2017) e Denver Broncos (2018).

– Em outra novidade no New England Patriots, o time chegou a um acordo de extensão de contrato de dois anos com o wide receiver Julian Edelman.

O acordo tem valor total de US$ 18 milhões e inclui US$ 8 milhões de bônus de assinatura, com US$ 12 milhões de dinheiro garantido, como apurou o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, que noticiou a extensão em primeira mão nesta terça.

A extensão vai até a temporada 2021 da NFL e inclui US$ 19 milhões em dinheiro ‘novo’, dando ao jogador de 32 anos de idade, o MVP do Super Bowl LIII, uma chance de encerrar sua carreira onde ela começou.

Depois de perder os primeiros quatro jogos da temporada regular de 2018 por causa de uma suspensão por violar a política da NFL de substâncias para melhoria de desempenho, Edelman somou 100 recepções para 1.238 jardas e seis touchdowns em 15 jogos (12 na temporada regular e três nos playoffs).

Julian Edelman conquistou três títulos do Super Bowl com os Patriots e fez 10 recepções para 141 jardas na vitória sobre o Los Angeles Rams, em fevereiro deste ano.

O wideout soma 115 recepções em jogos de pós-temporada na carreira, o deixando atrás apenas de Jerry Rice (151), membro do Hall da Fama do Futebol Americano Profissional (PFHOF). Edelman também tem seis jogos de playoffs com 100 ou mais jardas recebidas, o que o deixa empatado em segundo na história da NFL neste quesito, ao lado de Michael Irvin e atrás apenas de Rice (oito).

– O defensive end Jerry Hughes, do Buffalo Bills, está fechando uma extensão de contrato de dois anos, com valor de US$ 23 milhões. O acordo inclui US$ 19,5 milhões garantidos, como disse uma fonte ao jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

Hughes, que vai completar 31 anos em agosto, tem sido o pass rusher mais produtivo e confiável dos Bills, tendo somado 42 sacks em seis temporadas em Buffalo. O site especializado Pro Football Focus ranqueou Hughes como o sétimo melhor edge defender na temporada 2018 e o melhor jogador no elenco dos Bills.

Selecionado na primeira rodada do draft de 2010 pelo Indianapolis Colts, Hughes foi trocado com os Bills na offseason de 2013 e se tornou um titular regular por lá no ano seguinte.

– O Oakland Raiders está contratando o tight end Erik Swoope, após recebê-lo para um teste, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Swoope, que já atuou com as camisas do Indianapolis Colts e do New Orleans Saints, também já tinha feito testes no Tampa Bay Buccaneers e no Washington Redskins, e Rapoport acrescentou que ele deveria ter um novo emprego em breve. Agora, ele está de casa nova.

– O New Orleans Saints está recebendo o special teamer Brynden Trawick, ex-Tennessee Titans, para uma visita nesta terça. A informação é de Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Os Saints também fecharam com o defensive end Wes Horton, segundo o boletim de transações da NFL. Horton passou as últimas seis temporadas vestindo a camisa do Carolina Panthers e somou 15,5 sacks.

– O Indianapolis Colts trouxe o guard Jake Eldrenkamp, dispensado pelo New England Patriots na última segunda, e cortou o tackle De’Ondre Wesley em uma decisão correspondente.

Comments
To Top